Federação adia rodada decisiva do Grupo X que aconteceria neste sábado

0

RESENDE

As duas partidas finais do Grupo X que aconteceria neste sábado, dia 24, e iria definir as duas equipes rebaixadas para a Série B e as duas que permanecem na elite do Carioca em 2019 foram adiadas pela Ferj (Federação de Futebol do Rio de Janeiro).  O motivo é a interdição determinada pelo GEPE (Grupamento Especial de Policiamento em Estádios) ao Estádio Ary de Oliveira, o Aryzão, em Campos, onde o Goytacaz receberia o Resende. O adiamento foi divulgado no final da tarde de quinta-feira, dia 22. Como os dois jogos da última rodada precisam ser realizados no mesmo dia e horário, a outra partida entre Bonsucesso e America, também foi adiada. Os dois confrontos foram remarcados para o dia 4 de março.

Segundo nota divulgada pela FERJ, a Polícia Militar encontrou, em vistoria padrão pré-jogo, diversas irregularidades e desconformidades dentro do estádio e também nos arredores e solicitou a interdição do local. O Goytacaz tem o prazo de quatro dias para regularizar o estádio e confirmar o jogo para o dia 4 de março.  Caso não consiga resolver as pendências, a partida contra o Resende será transferido para o Moacyrzão, em Macaé. Uma nova vistoria está agendada para a próxima terça-feira, dia 27.

A disputa no Grupo X segue em aberto. As quatro equipes dependem das suas próprias forças para permanecerem na Série A. Neste momento o Resende lidera a chave com oito pontos, seguido por America, Bonsucesso e Goytacaz, todos com seis.

GIGANTE SEGUE TREINANDO

Com o adiamento da última rodada, o Resende ganhou mais uma semana para se preparar física e psicologicamente para a rodada final. O clube teve uma semana atribulada com a saída inesperada do técnico Marcelo Cabo.

Jogadores treinam após semana marcada pela saída inesperada do técnico Marcelo Cabo – Idelfonso Pinheiro

O treinador anunciou para a diretoria ainda no vestiário após a derrota para o Bonsucesso, na rodada passada, que tinha aceitado uma proposta para treinar o CSA (AL). No lugar ficou o seu auxiliar Rodolfo Oliveira que comandará o Gigante do Vale na rodada final. O Resende precisa apenas de um empate para escapar do rebaixamento.

MÁS LEMBRANÇAS

Caso o Goytacaz consiga resolver as pendências apontadas pelo GEPE e confirme a partida para o Aryzão, será o retorno do Resende ao estádio que não lhe trás boas lembranças.

Ainda pela Seletiva do Carioca que garantia vaga na Taça Guanabara, fase principal do Campeonato Estadual, os dois times se envolveram em uma confusão generalizada ao término do jogo vencido pelo time da casa por 2 a 1, mas acabou deixando as duas equipes de fora. Na ocasião, o Resende teve o goleiro Arthur e o zagueiro Marcelo Costa expulsos. A arbitragem ainda apontou na súmula que o delegado do jogo, Luiz Nery Filho, quase foi agredido por jogadores, e o supervisor alvinegro Lugão, um dos mais exaltados, pegou quatro partidas de suspensão e multa de R$ 500. O Goytacaz também foi julgado pela conduta da torcida, mas acabou absolvido.  Ingredientes de uma rivalidade que cresceu e dará um clima de dramaticidade para a partida final, já que as quatro equipes tem chances de permanecer na elite do Rio.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !