Como definir o que é caro ou barato?

0

Que a oferta e demanda regulam os preços do mercado, todo mundo sabe, mas é interessante perceber como certas demandas são inventadas de acordo com o contexto. E como é relativo o valor que damos ao dinheiro. Para despesas comuns ao cotidiano, dá para perceber as oscilações de preço de acordo com a conjuntura. Se a crise econômica apertou o bolso da maioria da população, o momento é propício para quem busca uma redução no preço do aluguel, por exemplo, tendo em vista o excesso de oferta. Agora, como avaliar a precificação de produtos supérfluos criados para atingir um público…

Você também é um ‘laranja’?

0

Na última semana os jornais estamparam o termo ‘laranja’, uma fruta deliciosa que há tempo caiu no gosto dos brasileiros, hoje é sinônimo de crimes de evasão fiscal, lavagem de dinheiro e ocultação de patrimônio. Na linguagem popular, o termo “laranja” passou a ser utilizado para se referir a um indivíduo que empresta seu nome, muitas vezes sem saber, para transações financeiras e comerciais criminosas, ocultando a identidade do verdadeiro responsável pelo crime.Normalmente, quando o ‘laranja’ tem ciência de que está sendo utilizado para a prática, ele é remunerado pela suposta ‘prestação do serviço’. Em outros casos, mais comuns…

Consumo, logo existo

0

Na semana passada o Brasil já registrava mais de 40.000 mortes por corona vírus, atingimos o 2º lugar no número de óbitos no mundo. A Covid-19 mudou radicalmente nossos hábitos, de repente temos medo de compartilhar o elevador com um desconhecido, lavamos os sacos de biscoito antes de consumir, espalhamos álcool em tudo, e não saímos sem máscara de jeito nenhum. Tudo isso para nos proteger de uma ameaça tão próxima e tão perigosa. Também na semana passada, apesar de inúmeras orientações contrárias de conselhos de saúde, grandes cidades como Rio de Janeiro e São Paulo reabriram parte do…

Como definir o que é caro ou barato?

0

Que a oferta e demanda regulam os preços do mercado, todo mundo sabe, mas é interessante perceber como certas demandas são inventadas de acordo com o contexto. E como é relativo o valor que damos ao dinheiro.Para despesas comuns ao cotidiano, dá para perceber as oscilações de preço de acordo com a conjuntura. Se a crise econômica apertou o bolso da maioria da população, o momento é propício para quem busca uma redução no preço do aluguel, por exemplo, tendo em vista o excesso de oferta.Agora, como avaliar a precificação de produtos supérfluos criados para atingir um público muito…

1 2 3 23
error: Conteúdo protegido !