Deus permite o “Quase!”

0

Os pescadores estavam a mais de duzentos metros da praia. Quando se levantou um surpreendente e forte vendaval. E o barco começou a se encher de água e os pescadores começaram a ficar apavorados e correram para acordar a Jesus que estava dormindo na proa do barco. Não obstante o vento, o balanço do barco e a ventania, não foram suficientes para despertar Jesus devida à exaustão das várias caminhadas em longas distancia a pé, a ensinar, a pregar e a curar a todos. Mas foi despertado pelos seus discípulos. Então, Jesus se levantou e olhou o mar que estava…

Um amigo nunca é deixado

0

Depois de uma travada batalha, poucos soldados chegaram ao quartel. E um dos soldados depois de medicado disse ao tenente: Deixe-me voltar a buscar o soldado Wiliam que ficou. Mas o tenente disse-lhe: A batalha foi fragorosa, para que você vai ariscar a sua vida para buscar um morto? E não o permitiu. Mas o soldado desobedecendo a ordem do seu tenente, foi em busca do amigo, mas voltou mortamente ferido, carregando o amigo nas costas. Então o tenente muito zangado bradou: Eu não dei ordem para não sair do Quartel? E agora, depois de ter perdido um soldado, agora…

Existem vários recursos para se alcançar o desejado

0

Muitas vezes somos impedidos de alcançar algo porque cremos que só existe um modo ou único recurso para alcançar o que desejamos. E com isso, perdemos a oportunidade gastando o tempo e energia. E não abrimos os olhos do entendimento, ficamos estagnados, decepcionados e prejudicados; muitas vezes, por toda vida. Havia um cego que estava à beira dum caminho mendigando sentado à espera de alguma esmola. Mas de repente, ele ouviu um barulho de muitas pessoas se aproximando. Ele era deficiente dos olhos, mas não dos ouvidos, e os aguçou. E perguntou o que era aquilo, e lhes disseram que…

Existem vários recursos para se alcançar o desejado

0

Muitas vezes somos impedidos de alcançar algo porque cremos que só existe um modo ou único recurso para alcançar o que desejamos. E com isso, perdemos a oportunidade gastando o tempo e energia. E não abrimos os olhos do entendimento, ficamos estagnados, decepcionados e prejudicados; muitas vezes, por toda vida. Havia um cego que estava à beira dum caminho mendigando sentado à espera de alguma esmola. Mas de repente, ele ouviu um barulho de muitas pessoas se aproximando. Ele era deficiente dos olhos, mas não dos ouvidos, e os aguçou. E perguntou o que era aquilo, e lhes disseram que…

1 10 11 12 13 14 16
error: Conteúdo protegido !