O que está enterrado nos cemitérios?

0

E muitos dos que dormem no pó da terra ressuscitarão, uns para a vida eterna, e outros para vergonha e desprezo eterno. (Dn 12.3). No centro da cidade de Boston existe um pequeno cemitério muito antigo. Já que a cidade foi fundada em 1630. Atualmente este cemitério está inativo. Quando entrei e vendo várias sepulturas, vi uma tão antiga, que a lápide já estava lascada pelo tempo, e datava desde 1750 que o corpo estava ali sepultado, não era mais corpo, mas o seu pó. O que há enterrado nos cemitérios? Parece uma pergunta óbvia, mas não é. O…

Não transportes os males

0

Deixando as coisas que para trás ficam e avançando para as que estão diante de mim. Prossigo para o alvo pelo prêmio da vocação celestial de Deus em Cristo Jesus. (Fl 3.13,14). Devemos considerar uma grande benção da parte de Deus, porque chegamos no final desta década de muitas lutas, muitas surpresas desagradáveis. Mas também de muitas vitorias, conquistas, mudanças aprazíveis, e respiração aliviada. E podemos dizer como o salmista: Grandes coisas fez o Senhor por nós e por isso estamos alegres. (Salmos 126.3) É importante que, diante deste início de década, tenhamos uma nova visão das coisas, das…

As mais ultrajantes cuspidas, murros e bofetadas

0

E alguns começaram a cuspir nele, e a cobrir-lhe o rosto, e a dar-lhe punhadas, e a dizer-lhe; Profetiza. E os servidores davam-lhe bofetadas. (Marcos 14.65). Diante de uma multidão, escolheram o marginal Barrabás e Jesus, foi condenado a ser crucificado. Foi levado a sala para ser torturado pelos soldados romanos. O cheiro e a viscosidade da salva corria no seu rosto pelo ultraje de ser cuspido. A força de um murro, o arder de uma bofetada acompanhado de blasfêmias e falsas acusações. Sarcasticamente, o chamaram de rei e puseram-lhe uma coroa de espinho, e com a cana que estava…

Quando não tiver ninguém

0

Porque ele livrará ao necessitado quando clamar, como, também, ao aflito e ao que não tem quem o ajude. (Salmos 72.12) Sempre estamos rodeados de pessoas amigas, parentes, colegas de escola, familiares e vizinhos. Nos sentimos prazerosos, felizes. Comunicamos nossos interesses, dificuldades, sonhos, planos. Gostamos de interagir, compartilhar, criar amizades e poder ajudar. Nos causa calafrio, só em pensar em chegar a uma situação em que não temos, nem vemos ninguém que possa nos ajudar, nos fazer companhia. Muitos já sofreram esse infortúnio amargura, solidão e desprezo, o vazio interior e não encontraram ninguém; pelo menos com uma palavra de…

1 2 3 22
error: Conteúdo protegido !