Após pandemia, Rio poderá ter 12 grandes eventos para motociclistas e amantes do rock n’roll

0

SUL FLUMINENSE/RIO

Com o avançar da vacinação, a queda nos números de internações e óbitos diários pela doença, a perspectiva para a retomada do turismo é positiva. O governador Cláudio Castro e o secretário estadual de Turismo, Gustavo Tutuca estão finalizando o calendário que terá de 60 a 80 eventos em todo o estado em 2022. A informação foi passada pelo chefe de gabinete da Subsecretaria Estadual de Grandes Eventos, Felipe Pinho, durante reunião com representantes das principais bandas de rock do estado. Pinho representou o subsecretário Marcelo Monfort, que estava na organização do Salão de Turismo da Costa Verde.

Durante o encontro, no Palácio Guanabara, os músicos mostraram a importância dos eventos de motociclismo e de rock para o turismo regional, uma das prioridades do ministério e das secretarias de Turismo. A pandemia paralisou os eventos, mas vários deles estão programados para o ano que vem. Na programação dos 12 grandes eventos, que vão privilegiar os tradicionais e que geram fluxo turístico, está incluído o Rio Moto Fest, que será realizado na capital pela Federação de Motoclubes do Estado do Rio (FMCRJ).

Segundo Pinho, o governador e o secretário reconheceram a sinergia que existe entre os eventos motociclísticos e o turismo. “Por isso buscam alternativas para estimular este segmento, tão importante para o turismo regional e cultural do nosso estado. Vamos buscar aproximação dos músicos com o setor de eventos da Prefeitura do Rio”, prometeu o chefe de gabinete da subsecretaria, completando que não está descartada a realização do Carna Rock ano que vem.

O presidente da Federação de Motoclubes do Estado do Rio, Humberto Montenegro destacou a importância da profissionalização disse que a federação estará presente no Fórum de Turismo também da Costa Verde. “Estão indo aos salões para mostrar também aos prefeitos que os eventos são ordeiros, divulgam e movimentam a economia das cidades”, finalizou.

Participaram do encontro os representantes das bandas Nôvah, Thunderock, Faixa Etária, Drena, Helena de Tróia, Radial 80, River Side, Black Mother e Titânea. Roberto Leal, do programa Viagem do Rock e que organiza o evento de Barra de Maricá, também participou.