Vereador pede ordenamento de trânsito em Engenheiro Passos

0

RESENDE

Preocupado com a segurança dos motoristas e moradores do distrito de Engenheiro Passos, o vereador Reginaldo Paulo da Silva, o Reginaldo Engenheiro Passos (PSB) sugeriu ao Poder Executivo o ordenamento do trânsito na Avenida das Camélias. Já em outra indicação, o parlamentar solicitou a instalação de placas denominativas no cemitério do mesmo distrito. As proposituras do vereador foram aprovadas pelo Plenário e encaminhadas para apreciação do prefeito Diogo Balieiro Diniz (Democratas).

O parlamentar justificou o pedido de estudo de viabilidade visando ordenamento do trânsito na Avenida das Camélias, nas proximidades da Administração Regional, informando que diariamente o risco de acidentes é iminente. “No local acontecem inúmeras situações de perigo devido ao fluxo constante de veículos, ciclistas  e pedestres. Esta rua possui uma curva muito acentuada, mão dupla e estreita, prejudicando a visão de ambos os lados”, disse Reginaldo Engenheiro Passos, informando ainda que a situação no local é perigosa. “Pra dificultar ainda mais o risco de acidente existe um estacionamento de ônibus próximo que dificulta o acesso, aumentando a frequência de  freadas bruscas e momentos de tensão para os moradores das proximidades”, destacou.

PLACAS NO CEMITÉRIO

Em outra indicação, o vereador Reginaldo Paulo da Silva solicitou a instalação de placas denominativas no cemitério do distrito de Engenheiro Passos. Ele explicou que cemitério não possui placas de identificação suficientes em suas quadras e lotes. “A identificação oferecerá às famílias e aos visitantes a comodidade e a praticidade, tanto para sepultamentos, construções, transferência ou localização de jazigos e com isso melhoramos a organização do cemitério”, disse o parlamentar, acrescentando quer nas placas estarão visíveis a sequência de números, contendo primeiro o número do cemitério, seguido pelo número da quadra, depois o número da capela/lote. “A ideia de instalar as placas, agregando assim os trabalhos que estão sendo realizados de coleta de dados e mapeamento. Depois disso tudo pronto iniciamos a instalação das placas de identificação e o próximo passo é lançar esse banco de dados para que todos possam ter acesso, através do site da administração regional”, completa.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !