Vassouras emite novo decreto para reabertura do comércio com restrições

0

SUL FLUMINENSE
Após decreto do governador Wilson Witzel (PSC), que prevê liberação de estabelecimentos comerciais em cidades que ainda não registraram casos de coronavírus, os prefeitos poderiam rever suas determinações. Vassouras, uma das citadas, através do prefeito Severino Dias, hoje, liberou atividade comercial oficialmente a partir desta quinta-feira, com algumas restrições. Além dessa cidade, outras da região foram contempladas, como Engenheiro Paulo de Frontin, Paty do Alferes e Levy Gasparian.
Segundo o decreto, em caso de confirmação de coronavírus, a cidade voltará para o isolamento social. Será feito um acompanhamento diário. Ao todo foram 30 cidades contempladas com o afrouxamento do isolamento. Além da circulação na cidade, sem aglomeração, as cidades precisarão criar barreiras que impedirão pessoas de fora de entrarem e as da cidade de saírem.
De acordo com o prefeito de Vassouras Severino Dias, as medidas tomadas inicialmente foram mais que necessárias, inevitáveis. “Sabemos que nossa economia sofrerá danos irreversíveis. Mas por uma questão de humanidade e responsabilidade colocamos a vida humana em primeiro lugar. Agora estamos tentando retomar aos poucos para tentar diminuir as perdas econômicas”, falou o prefeito.
Atuando em várias frentes e de forma conjunta, a prefeitura destacou que tenta minimizar os impactos na área econômica e prevê um plano de ações integradas para o pós-crise. Na área do desenvolvimento econômico, outro nicho que está sentindo gravemente as consequências da paralisação, medidas de proteção e uma ampla divulgação das informações estão sendo levadas a cabo. Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Wanderson Farias, que também integra o Gabinete de Crise da prefeitura, o objetivo primordial é levar informações e dar suporte aos empresários e empreendedores vassourenses. “Temos utilizado nossos canais de comunicação para a divulgação das informações referentes às ações do governo federal, estadual e municipal sobre benefícios fiscais, linhas de crédito, adiamento de pagamentos de tributos e ainda sobre o auxílio emergencial que está sendo concedido pelo governo federal para tentar oxigenar minimamente o cenário assustador que se apresenta para todos nós nesse momento”, falou Wanderson, completando que está em estudo um plano emergencial para o turismo vassourense.
OUTRAS CIDADES
As outras cidades da região que tiveram liberação para reabrir o comércio foram Paty do Alferes, Engenheiro Paulo de Frontin e Levy Gasparian. O governador deixou aberto para os prefeitos aceitaram a medida ou não. Paty e Paulo de Frontin foram duas cidades que não aceitaram. As respectivas prefeituras disseram que manterão seus comércios fechados, funcionando apenas a parte essencial. Levy Gasparian iria rever as medidas adotadas para acompanhar o decreto do governador.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !