Operação Segurança Presente divulga queda na criminalidade em Volta Redonda

0

VOLTA REDONDA

A equipe da Operação Segurança Presente divulgou em suas redes sociais, recentemente, que ao longo dos dois meses de atuação em Volta Redonda, os índices criminais são favoráveis, apresentando uma queda no município.

Em publicação, a equipe destacou que na Vila Santa Cecília e no Centro, durante o horário de trabalho de atuação das equipes, não ocorreram nenhum registro de roubos de rua, roubos de veículos, roubos de carga e homicídios. Eles destacam que os índices demonstram neste período que o crime não ocorre mais na área de atuação da equipe. Também destacam que o resultado é fruto do trabalho feito pelo monitoramento das câmeras da cidade e da integração operacional com a equipe do 5° Comando de Policiamento de Área (CPA), coordenada pelo coronel Marcelo Moreira Malheiros, com o 28° Batalhão de Polícia Militar (BPM), com a Secretaria Municipal de Ordem Pública, com a Guarda Municipal e a equipe da 93ª Delegacia de Polícia (DP), coordenada pelo delegado titular Luiz Jorge.

O projeto, que é um programa do Estado que tem o objetivo promover ações de segurança pública, cidadania e atendimento social, foi inaugurado pelo governador Claudio Castro no dia 2 de junho deste ano, com sede na Vila Santa Cecília, um dos maiores centros comerciais de Volta Redonda. Ele fica na Praça Brasil, onde antigamente funcionava uma das bases do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Na ocasião, Castro explicou que o projeto prevê reforço na segurança com 17 policiais diários, seis motos, dois carros e uma van. De acordo com o Governo do Estado, o programa Segurança Presente reforça um modelo de policiamento de proximidade e em complemento à atuação rotineira da Polícia Militar. Ele é voltado principalmente para regiões turísticas e comerciais, justificando a escolha pelos pontos que serão atendidos. Outro deles, na região, inaugurado no mesmo dia, fica em Barra do Piraí.

O governador explicou que a sede, na Vila Santa Cecília, é estratégica e conta com acesso a 102 câmeras de segurança: 80 na Vila Santa Cecília e 22 na Amaral Peixoto. Desta forma, as equipes que ficam nas ruas têm em permanente contato com a central de imagens.