Estado destinará R$ 20 milhões para obras de reconstrução de Rio Claro após fortes chuvas

0

RIO CLARO

Vinte milhões de reais do Governo do Estado serão destinados para Rio Claro para realização de obras, como a construção de casas populares, pontes, áreas de lazer, obras de urbanização e pavimentação, contenção de encostas e o Mercado do Produtor. A boa notícia foi divulgada durante visita no município do secretário Estadual de Infraestrutura e Obras, Max Lemos, na última terça-feira, 18. Rio Claro foi castigada pelas chuvas em dezembro, o que deixou cerca de 300 casas debaixo de água, além de outros prejuízos

“Os recursos da maioria dessas obras serão do programa Governo Presente nas Cidades, e também teremos unidades habitacionais do programa Casa da Gente. Um interior forte representa um estado mais forte. A determinação que temos do governador Cláudio Castro é justamente essa: investir em todas as cidades, independente da densidade populacional e bandeira política e partidária”, destacou Max Lemos.

No dia 17 de dezembro o distrito de Lídice foi atingido por uma forte chuva que alagou o Centro e comprometeu a estrutura de duas pontes, uma sobre o rio das Pedras e outra sobre o Rio Piraí, na localidade de Santana, e a RJ-155 – que liga Barra Mansa a Angra dos Reis – chegou a ficar interditada. No último dia 10 de janeiro em função das chuvas, um muro de contenção caiu, localizado na rua São Francisco no bairro Santa Luzia.

Secretário durante a visita em pontos de Rio Claro – Foto: Divulgação

Muro de contenção caiu no bairro Santa Luzia interditando casas – Foto: Divulgação

Atualmente a ponte de Santana está interditada e há um acordo para colocação de uma ponte de emergência, que deve ser implantada na próxima semana. “Os moradores têm outra via alternativa para utilizar, mas o problema será resolvido. O prefeito José Osmar se reuniu com uma empresa privada para solução temporária”, disse o vice-prefeito, Babton Biondi, citando que após paliativo feito pela prefeitura a ponte do Rio das Pedras dá para passar carro e passeio.

Babton informou que as casas populares serão construídas no Alambari, Fazenda da Grama e Passa Três. Já aconteceu licitação para as do Alambari. As demais serão realizadas em breve. Ele contou que as cerca de 300 famílias que precisaram sair de suas casas em Rio Claro, praticamente todas já retornaram. “Faltam as cerca de 30 do bairro Santa Luzia, onde caiu o muro de contenção”, adiantou, mas essas já estão em casas de parentes ou alugaram outras residências.

O Governo do Estado ajudou enviando caminhões, retroescavadeiras, escavadeiras hidráulicas, tratores e vacol que estão atuando na desobstrução e limpeza das vias.  “A ajuda do Governo do Estado foi fundamental para que pudéssemos reparar esses danos. As máquinas estão atuando na recuperação das nossas estradas vicinais, que são fundamentais para o escoamento da nossa produção”, frisou.

Uma das pontes afetadas – Foto: Divulgação