Consumidor vive expectativa de redução de preço de combustível nos postos

0

SUL FLUMINENSE

O consumidor está otimista para que, em breve, os valores do litro da gasolina e do diesel possam sofrer redução nas bombas dos postos de combustíveis. A esperança tem como base o anúncio da queda do preço do litro da gasolina, em R$ 0,1399 por litro, e do diesel, em R$ 0,1383, no valor médio comercializado pela Petrobrás para as distribuidoras no país. A medida, em vigor desde o dia 1º, representa a redução de 6% para o diesel e de 7,2% para a gasolina.

A estatal, porém, ressalta as reduções abrangem somente a gasolina e o diesel vendidos às distribuidoras, que são combustíveis do tipo A, ou seja, a gasolina antes da sua combinação com o etanol e o óleo diesel sem a adição do biodiesel. Por outro lado, o consumidor entende que o valor adquirindo produto mais em conta pela estatal, a tendência é que as refinarias reduza os valores comercializados para as distribuidoras que são as responsáveis pelo abastecimento dos postos em suas diversas bandeiras comerciais.

O gerente Marcos Benedito, de um posto em Floriano, acredita que os valores possam de fato cair alguns centavos futuramente se toda a cadeia produtiva absorver essa redução. “É um vaivém danado essa política de preços e o que mais ouvimos aqui é a pergunta de quando vai baixar e se, de fato, vai baixar alguma coisa no valor da gasolina, diesel, enfim. Esses valores são para refinaria e no escalonamento até o consumidor pode ser que as novas remessas de combustível sofram essa margem de redução. Nas bombas, o que pode acontecer pela experiência que tenho, é baixar no máximo R$ 0,10 em média”, comenta.

Abastecer é uma rotina para donos de veículos, que aguardam queda no preço da gasolina e diesel

A avaliação projetada leva em consideração que o preço final ao consumidor variar de acordo com o local de venda do combustível. O tabelamento é composto pelo valor entregue pelas refinarias somadas a incidência de impostos, seja municipal ou estadual. O valor final tem acrescido ainda o custo operacional, mão de obra e a margem de lucro das distribuidoras. “Essa margem de lucro que me deixa preocupada porque todo empresário visa o lucro e que se dane o consumidor. Mas, estou otimista porque é tão incomum ocorrer redução no valor para as refinarias. E tem que ser coerente, porque quando há aumento para refinaria eles sobem na bomba, tem que baixar também quando há redução”, opina a arquiteta Vanessa Ribeiro, de Itatiaia.

Em Resende, o engenheiro de eletrônica Armando Maciel, espera que o diesel usado em seu SUV. “O diesel está caro e soube da queda nas refinarias, agora é aguardar pra ver se cai nas bombas. Eu rodo uns 350 km por semana e gasto bastante. Lembro que quando houve reajuste nas refinarias todo mundo elevou os preços alegando repasse. Agora, eu confio que deve ocorrer alguma queda sim. Tem que ter bom senso, apesar de saber que no Brasil o consumidor fica em último plano”, comenta.

ANP DIVULGA PREÇOS

De acordo com o último levantamento de preços praticados pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o valor médio do litro da gasolina praticado nas principais cidades do Sul Fluminense e Costa Verde indicam valores oscilantes. A cidade com combustível mais em conta é Três Rios, e o mais caro, Angra dos Reis.

Em Três Rios o litro da gasolina está na média de R$ 4,985, conforme análise entre os dias 25 de maio e 1º de junho. No mesmo período, em Angra dos Reis, o litro da gasolina tinha preço médio de R$ 5,318. Em relação ao diesel comum, o litro em Três Rios na última semana era comercializado a R$ 3,491 e em Angra dos Reis, por R$ 3,893, conforme dados da ANP.

Ainda referente aos valores da gasolina comum, nas demais cidades da região, Volta Redonda tinha o valor médio do litro comercializado na semana passada, em R$ 5,124; Valença – R$ 5,191; Resende – R$5,064; Barra Mansa – R$ 5,069 e Barra do Piraí – R$ 5,174. Quanto ao preço do diesel comum, além dos preços já mencionados em Angra e Três Rios, as demais cidades abordadas pela pesquisa da ANP na região indica valor médio do litro em R$ 3,7 nos postos de Barra Mansa; Barra do Piraí – R$ 3,771; Resende – R$ 3,494; Valença – R$ 3,726 e, Volta Redonda – R$ 3,764.

A ANP promove a pesquisa de preços semanal para acompanhar os valores praticados pelas distribuidoras e postos revendedores de combustíveis. Confira no site a tabela de valores da gasolina e diesel na região.

Deixe um Comentário

error: Conteúdo protegido !