Cidades da região registram aumento considerável no consumo de água

0

BARRA MANSA/ VOLTA REDONDA

Devido ao período de verão com dias mais quentes, as unidades do Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Barra Mansa e Volta Redonda (Saae-BM e Saae-VR) têm registrado um aumento significativo no consumo de água nos últimos dias. Apenas na segunda-fera, dia 24, foram registrados 558 protocolos relacionados ao assunto nas duas cidades, sendo 121 em Barra Mansa e 437 em Volta Redonda.

Nessa terça-feira, dia 25, a vice-prefeita de Barra Mansa, Fátima Lima, visitou pontos altos da cidade, como ruas da Região Leste e do bairro Getúlio Vargas, onde o abastecimento pode ser garantido através de caminhões-pipa. Ela reforçou o pedido para que a população faça o uso consciente da água, priorizando o consumo humano e evitando lavar quintais e carros, por exemplo. Além disso, nesta semana o prefeito de Barra Mansa, Rodrigo Drable, falou durante uma live em suas redes sociais sobre o problema. Ele relatou que vem acompanhando a situação e afirmou que o Sul Fluminense inteiro está sofrendo com a falta de água, que vem sendo causada pelo aumento do cosumo, devido ao calor.

Drable ainda disse que deverá ser realizada novamente uma iniciativa de venda de caixa d’água através do Saae-BM. “Fizemos isso há dois anos, onde a pessoa que não possuía a caixa d’água comprava através da autarquia, e pagava de forma parcelada na conta de água”, informou, ressaltando que utilizar a caixa e racionar o consumo é uma forma de ajudar a economizar a água.

Além do aumento no consumo por parte dos moradores, vazamentos não visíveis também podem dificultar a distribuição de água. Equipes do Saae-BM seguem realizando pesquisas para sanar todas as possíveis perdas. Os moradores de Barra Mansa que precisarem de abastecimento através de caminhões-pipa podem solicitar o serviço através dos números 115, (24) 3512-4333 ou (24) 99876-3526 – WhatsApp.

VOLTA REDONDA

Além do aumento de consumo de água, Volta Redonda, informou que também vem solucionando constantes problemas no abastecimento ocasionados por quedas de energia elétrica, que danificam equipamentos como bombas que fazem com que a água chegue as partes mais elevadas, além de quedas de barreiras em dias de chuva, que acabam danificando equipamentos. “Para melhorar o abastecimento são necessários investimentos e a  prefeitura está realizando esses investimentos. Um dos principais é a  obra que vai substituir a rede de abastecimento de água da Avenida  Almirante Adalberto de Barros Nunes, a Beira-Rio”, informou.

A obra já foi iniciada e tem previsão para ser concluída em um ano. Será trocada mais de cinco quilômetros de rede, com investimentos de aproximadamente R$ 13 milhões. O objetivo, de acordo com o Saae-VR, é resolver um problema histórico no abastecimento da cidade, beneficiando cerca de 130 mil habitantes nos bairros atendidos pela rede.