Três hábitos para mudar de vida

0

O ano começa e muita gente se engaja em um projeto de mudança de vida, seja nas finanças, na alimentação ou no bem-estar. Todo mundo que já passou por esse processo, ou pelo menos tentou, sabe que transformar uma realidade, seja ela qual for, não é tarefa simples, e muitas das vezes, por mais que se queira muito, não conseguimos chegar lá. Não é a falta de vontade que nos impede, tenho certeza que ninguém tem o desejo de trabalhar arduamente, se privar das coisas e não construir riquezas. O que nos separa deste objetivo é a qualidade das nossas escolhas. Escolhas no aprendizado que vão refletir em um currículo melhor, escolhas no consumo que permitam mais estabilidade no orçamento, escolher poupar para construção de reservas, enfim, um conjunto de escolhas é necessário para que você tenha mais dinheiro, mais tempo e mais liberdade. Para realizar tais escolhas é preciso ter hábitos consistentes, e em meio aos meus estudos, separei três dos que reconheço nas pessoas que conseguiram ser bem sucedidas em seus planejamentos e que vão te ajudar a tirar do papel uma vida mais rica e próspera.

O primeiro deles é fugir do modismo. Evitar ideias ou iniciativas que surgem como a solução milagrosa para tudo. Muitos grupinhos pregam práticas radicais que não são sustentáveis e só geram frustrações. Pode ser mudanças radicais na alimentação, no horário de sono, na prática de exercícios, entre outras coisas. Tudo que radicaliza traz impacto na nossa vida em um primeiro momento, mas não é continuado porque nos saturamos ou nos ressentimos, seja com a alimentação ruim ou o cansaço, nosso corpo e mente pede socorro causando um desequilíbrio. O ideal é entrar em uma estratégia que pode ser continuada ao longo do tempo e aos poucos se transforme em algo natural para você.

O segundo hábito é desenvolver disciplina. Para realizar qualquer estratégia, disciplina é fundamental, e se você se considera alguém indisciplinado, saiba que ninguém nasce assim. A disciplina é desenvolvida para alguns hábitos que se quer ter na vida, através de repetição e envolvimento crescente. Separe um horário específico para realizar o que quer tornar um hábito, não apenas deixe a atividade à disposição, se for ler um livro ou praticar exercícios quando der provavelmente esse momento não vai acontecer. Vale lembrar que, como Rousseo já dizia ‘O Homem é fruto do seu meio’, tudo fica mais fácil quando você se insere em um meio onde as pessoas têm o mesmo objetivo. Então vale compartilhar e convidar as pessoas próximas a engatar na melhora junto com você.

O terceiro é desenvolver conhecimento, é muito importante nunca parar de aprender. Podemos aprender fazendo cursos, mas também acompanhando os canais favoritos, lendo livros e buscando a infinidade de conteúdos que estão disponibilizados gratuitamente na internet. Exercite sua curiosidade. Se ainda te falta atração para buscar aprendizado, comece aprendendo e buscando conhecimento sobre assuntos que te sejam interessantes e não necessariamente tenham a ver com o seu trabalho ou com a habilidade que queira desenvolver, como culinária, história, pessoas, religião, etc. Vai ter um momento que essa busca se torna um hábito e fica mais fácil mudar o interesse dos estudos. Curiosidade é fundamental para não se acomodar na ignorância. Investir no conhecimento faz com que você abra portas e descubra horizontes novos, treina a sua mente a estar mais ativa e encontrar soluções interessantes para os problemas que tem.

Agora é só começar! Nesse caminho 2020 pode ser um ano de mudanças significativas.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !