Sindicato da Construção Civil de Volta Redonda garante que vai seguir determinações dos órgãos de saúde

0

VOLTA REDONDA

Mesmo depois do pronunciamento do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), em rede nacional de rádio e televisão na noite de terça-feira, 24, o presidente do Sindicato da Construção Civil, Sebastião Paulo, atendendo a uma determinação dos órgãos de saúde e da medida provisória do governo federal de prevenção ao Covid-19, informa que o sindicato estará fechado até o dia 5 de abril.

O sindicalista explicou que o órgão segue atende no sistema home Office, através dos telefones: 24 98129 7180, 99262 4153, 98129 7151, 98114 0362, 98131 4047, 98114 0308 ou 98114 0407. Sebastião Paulo e a diretoria do sindicato estão torcendo para vencer a luta contra o Coronavírus (Covid-19).

Vale lembrar que o presidente, Jair Bolsonaro, foi alvo de novos protestos durante o pronunciamento sobre a pandemia do novo coronavírus. Em cidades como São Paulo, Rio de Janeiro e Florianópolis, moradores foram às janelas para bater panelas e pedir a saída de Bolsonaro da Presidência. No discurso, Bolsonaro disse que a rotina do País deve retornar à realidade e acusou a imprensa brasileira de ter ajudado a iniciar o pânico em torno da Covid-19. Ele também criticou governadores e voltou a se referir à doença, que já deixou 46 mortos no Brasil, como “gripezinha”.

error: Conteúdo protegido !