Sesc promove Roda de Samba com feijoada neste feriado

0

BARRA MANSA

Nesta quinta-feira, pela primeira vez, o Sesc, apresenta o projeto Roda de Samba, evento que tem sido realizado por todas as unidades e que visa promover ação solidária com a arrecadação de um quilo de alimento não perecível para o projeto institucional, Mesa Brasil. E para estrear o samba na região Sul Fluminense, eles convidaram o Samba da Jurema, criando assim, uma grande onda de solidariedade.

O evento tem inicio a partir das 13 horas. A entrada de menores de 12 anos só será permitida com a presença do responsável legal (pai, mãe, tios, irmãos, avós ou tutores) mediante a apresentação de documento original do menor e do responsável (RG, Certidão de Nascimento ou CNH).

No comando da roda, os Juremeiros, que estão preparando um repertório incrível, além da convidada especial Juliana Maia. A cantora é idealizadora e cantora oficial do Espaço Cultural Teatro Sonora, em Conservatória, que já existe há três anos, sendo hoje uma das principais atrações turísticas e culturais da região Sul Fluminense, apresentando espetáculos como: Tributo às cantoras do rádio, Tributo a Elis, Uma rosa para Nelson Gonçalves, Sarau do século XIX, Ela canta Roberto Carlos e Especial Djavan.

De acordo com o musicista Raphael Garcez, um grande time de Juremeiros foi escalado. “A escolha da Juliana Maia para essa participação foi por toda sua bagagem cultural, seu talento impressionante e principalmente porque entendemos que ela se parece muito com o que fazemos. Juliana é uma resistente da música popular brasileira e também uma grande provedora da solidariedade”, argumentou Raphael. Os Juremeiros são: Arthur Jorge (Cavaquinho), Daiana Damião (Reco-reco e voz), Deivid Ramos (Trombone), Ed Zambroni (Cavaquinho e voz), Igor Garcia Bravo (Banjo e voz), LD – Luciano Dias (Tantã), Leandro Tolentino (Surdo), Mestre André (Pandeiro), Pedro Cabral (Atabaque), Pedro Morais (Pandeiro), Pedro Toledo (Cuíca), Pitter Franklyn (Repique de mão), Rafinha Black (Repique de mão), Raphael Garcêz (Violão 7 Cordas e voz) e Victor Oliveira (Violão 6 cordas e voz).

Pensando também no futuro e na consciência ambiental, o evento não irá oferecer copos descartáveis, pois estes podem levar de 250 a 400 anos para se decomporem na natureza, para isso, a organização pede que cada participante leve seu copo de casa.