Sassaricando – Oscar Nora

0

Foto: Gávea news

 Na impressionante a goleada do Flamengo – cinco a zero sobre o Athlético Paranaense – de quem foi o mérito maior? Dos quatro perfeitos cruzamentos de escanteio de Marinho e o de Arrascaeta? Das subidas e cabeçadas de precisão cirúrgica do zagueiro Fabrício Bruno? Ou será que foi demérito do técnico adversário?

+

Embora traga consigo o estigma de estar no comando técnico, quando a Alemanha aplicou a mais humilhante derrota na história da seleção brasileira, Luiz Felipe Scolari é raposa felpuda e conhece muito bem seu ofício. A posição do Furacão no brasileirão diz tudo da sua capacidade. Portanto, não foi demérito do Felipão.

+

Mas no confronto com Dorival, o treinador do Flamengo foi taticamente superior e, sem dúvida, lhe cabe o mérito pela alegria que o Flamengo deu para sua torcida. De quebra, em definitivo, Dorival Júnior encerrou o canto das carpideiras que ainda choravam pela volta do técnico Jorge Jesus.

+

Dorival Junior foi um jogador mais-ou-menos e, até aqui, como técnico, embora com extensa carreira, vinha sendo mediano. Agora, porém, no Flamengo, tem sido brilhante. Firme, sem arrogância, astuto, é bom de papo no intervalo do jogo, como foi em sua época o saudoso Gradim. Enquanto a turma descansava antes de começar o segundo tempo da partida, Dorival traçou a maquiavélica jogada que, em campo, igualmente repetida quatro vezes, resultou na incrível goleada em pouco mais de 20 minutos.

+

Volta Redonda-RJ, Botafogo-SP, Mirassol-SP e Aparecidense-GO formam um dos grupos dos 8 classificados para a fase final do Campeonato brasileiro da série C. Do outro lado estão o Paysandu-PA, Figueirense-SC, ABC-RN e Vitória-BA. Os dois melhores de cada grupo fazem as semifinais e garantem o acesso direto para a Série B.

+

No estilo greco-romano, Erivan Rocha 60kg, Kenedy Pedrosa 67kg, Joilson Júnior 77kg, Ronisson Brandão 87kg, Igor Queiroz 97kg e Marcos Paulo Silva 130kg. No estilo livre masculino, Cesar Alvan 74kg, Giovanni Piazza 86kg e Guilherme Pradella 125kg. No estilo livre feminino, Gracyenne Helena 53kg, Giullia Penalber 57kg, Laís Nunes 62kg, Thamires Machado 68kg e Ruthy Hellen dos Santos 76kg.

+

Estes são os lutadores brasileiros definidos para disputar os Jogos Sul-Americanos 2022, de 12 a 14 de outubro, em Assunção, no Paraguai. Eles foram definidos na Copa Brasil, realizada em Brasília no final de semana.

+

Faltam menos de 95 dias para a Copa do Mundo Catar/2022 começar. Pela primeira vez o mundial será disputado nos meses de novembro e dezembro, alteração que busca evitar o forte calor de junho e julho no Oriente Médio. Também será a última Copa nesse formato. A partir de 2026 a competição terá 48 participantes.