Projeto Castramóvel chega a Vargem Grande, em Resende

0

RESENDE

O projeto Castramóvel chegou ao distrito de Vargem Grande, na zona rural da cidade. Durante 15 dias, cães e gatos poderão ser castrados. O distrito de Vargem Grande é o primeiro da zona rural a receber este serviço. O módulo está instalado na praça do distrito, próximo ao posto de saúde da localidade. Desde segunda-feira, dia 03, os trabalhos de triagem e marcação de consultas foram iniciados. A seleção técnica dos animais que serão beneficiados começa a partir das 9 horas e vai até às 13 horas.

Para castrar o cão ou gato, o dono interessado deve apresentar um documento de identidade com foto, ser maior de 18 anos e também ter um comprovante de residência em Vargem Grande. A equipe de veterinários examina o animal, com o objetivo de verificar se possui condições para ser submetido à cirurgia. O animal deve ter seis meses de idade no mínimo, além de não estar enfermo. Vale lembrar que o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) não opera cães braquicefálicos, os famosos de focinho achatado ou curto.

Já a partir de terça-feira, dia 04, conforme a demanda encontrada, os profissionais especializados já devem começar a realizar o procedimento de castração dos animais marcados. A expectativa é de que o castramóvel permaneça por 15 dias no local, até finalizar as intervenções cirúrgicas. O projeto itinerante pretende atender o público residente nas áreas mais afastadas.

O prefeito Diogo Balieiro Diniz destacou a importância do projeto para a população.  “Esse é um dos projetos mais inovadores que estamos promovendo para tratar de maneira adequada nossos animais. Era uma reivindicação antiga, pois agora as pessoas que moram nos locais mais distantes não terão de se deslocar para conseguir fazer a castração. Em breve, estaremos em outras localidades e atenderemos toda nossa cidade”, disse o prefeito.

PROJETO

A Prefeitura de Resende, por meio do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), iniciou no último dia 27 a implantação do projeto dos castramóveis do município. A iniciativa, que pretende alcançar o público residente em localidades mais distantes, começou pelo Parque das Águas, no bairro Jardim Jalisco, para atender a demanda que aguardava o procedimento gratuito de castração, conforme distribuição de senhas ocorrida em março deste ano. Dois castramóveis foram adquiridos pela prefeitura e chegaram no primeiro semestre deste ano.

A castração serve para prevenir doenças e aumentar o controle da taxa de natalidade de cães e gatos no município. Este ano, já foram contabilizadas 842 castrações pelo CCZ, que também recolhe animais de rua para a cirurgia. No ano passado, foram mais de 2.087 castrações registradas. Em 2018, a unidade realizou 1.946 castrações de cães e gatos. Em 2017, início da atual gestão da Administração Municipal, foram feitos 1.203 procedimentos do tipo. Já em 2016, foram apenas 171 castrações.

error: Conteúdo protegido !