INSS suspende perícia médica por conta do aumento de casos de Covid-19

0

SUL FLUMINENSE

Devido à alta de casos de Covid-19, o INSS suspendeu as perícias médicas na revisão do auxílio doença. A decisão foi publicada pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e motivada pelo aumento de casos da Covid-19 em todo Brasil. Para evitar aglomerações nas agências, o INSS tomou a decisão de suspender as perícias. Com a circulação da variante ômicron no país, o número de casos de coronavírus têm subido consideravelmente.

Para aqueles que estavam em mutirões de perícia, previamente agendados, o procedimento continua normalmente. Ainda que tenha sido declarada a suspensão do processo.

No início da pandemia, quando foi entendido que o contato entre pessoas poderia ser uma forte fonte de contaminação, as perícias médicas também foram suspensas. Neste caso, os pagamentos eram automaticamente liberados para os segurados, ou por meio da inscrição de um atestado médico. Isto é, sem a necessidade de usar dos serviços dos peritos do próprio INSS.

Em agosto do ano passado, pelo menos 170 mil servidores foram convocados pelo INSS para realizar a perícia médica em uma ação de revisão do auxílio doença. Até novembro do ano passado, 85 mil pessoas ainda não tinham agendado sua perícia. No mesmo mês, terminou o prazo de agendamento para evitar que o auxílio doença fosse suspenso.

Pagamentos do auxílio doença

Embora tenha sido confirmada a suspensão da perícia médica, o INSS garantiu que os pagamentos do auxílio doença vão continuar. Considerando que não foi falta do segurado, mas uma medida do próprio Instituto, por isso, não há culpa do cidadão.

As parcelas continuam sendo repassadas na conta em que o indivíduo recebe tradicionalmente o seu salário. Mas é preciso ficar atento, assim que as perícias retornarem o cidadão deve fazer o procedimento para garantir a continuidade do pagamento.

No entanto, ainda não foi informado pelo Instituto como devem proceder aqueles que já estavam com o benefício suspenso, e que agora não poderão realizar a revisão. Para esse grupo, a dica é aguardar novas informações ou tentar contato telefônico no 135.

REMARCAÇÃO

O INSS garantiu que a partir do segundo semestre as perícia médicas que foram suspensas, deverão ser remarcadas. O próprio sistema deve entrar em contato com o segurado informando a nova data de revisão.

O agendamento da perícia médica do INSS acontece por meio do site ou app Meu INSS, e no telefone 135. Basta seguir os passos após efetuar seu login:

Clicar em “Novo requerimento”; selecionar a opção “Agendar perícia médica”; Informar seus dados de login; Escolher unidade da Previdência Social para perícia; Confirmar todos os dados e agendar.

O procedimento somente foi suspenso porque existe contato físico entre o médico perito e o segurado na hora do procedimento. Além disso, muitos dos que devem fazer esse processo possuem comorbidades, e são do grupo de risco da Covid-19.