Governo projeta fim de conflitos na liberação do seguro-desemprego

1

SUL FLUMINENSE

Trabalhadores que ao longo de 2019 tiveram acesso ao saque de valores de contas ativas e inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) através do programa Saque Imediato e foram demitidos enfrentam dificuldades para sacar o seguro-desemprego. Há casos em todo o país e na região não é diferente, trabalhadores alegam que entraram com o pedido do benefício ainda em dezembro e não tiveram acesso ao pagamento.

A comerciária Carina Peixoto comentou que utilizou R$ 500 em setembro. Em novembro, ela foi demitida e deu entrada ao seguro-desemprego em dezembro, mas não conseguiu a liberação das parcelas. “O sistema informa que é preciso fazer um recurso administrativo, que o recurso não tá liberado. Eu soube que tem a ver com a questão da retirada do saque do FGTS. Acho uma covardia porque preciso desse dinheiro pra ajudar meu orçamento até voltar ao mercado de trabalho”, diz a moradora de Resende.

Segundo a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, vinculada ao Ministério da Economia, a situação de conflito para a liberação do seguro-desemprego ocorreu em todo o país com trabalhadores que de fato tiveram uso de recursos de contas do FGTS. O sistema identifica conflito entre a liberação do saque e o pagamento do seguro-desemprego vinculado ao trabalhador. Assim, como medida de segurança ocorre a conferências em diversas bases de dados visando principalmente confirmar a identidade do trabalhador e se ele realmente tem direito ao benefício.

REGULARIZAÇÃO

Segundo o governo federal, a situação será normalizada tanto para quem já deu entrada e teve de realizar o recurso administrativo quanto para quem ainda vai requerer o seguro-desemprego. Os pedidos reprocessados devem ser liberados até a quarta-feira, dia 22. E todos os pedidos em diante serão normalizados, a liberação será automática ao requisitante.

1 comentário

  1. MARCO AURELIO RUFINO DE LIMA Em

    BOA NOITE ME CHAMO MARCO AURELIO MORO CIDADE DO RIO DE JANEIRO , DEI ENTRADA NO SEGURO DESEMPREGO E DEU DIVERGENCIA NO SISTEMA DO MINISTERIO , DEI ENTRADA NO RECURSO E JA FAZ UMA SEMANA E NÃO ME DERAM RETORNO, SEGUNDO A POSIÇÃO DO ATENDENTE ANTERIOR ELE ME DISSE É PORQUE RECEBI UM VALOR DO FGTS QUE O GOVERNO LIBEROU, MAIS ISSO NAO PROCEDE POIS NÃO RETIREI NENHUM VALOR DO FGTS ANTES DE SER DEMITIDO, ME AJUDEM POR FAVOR!!

error: Conteúdo protegido !