Polícia Civil investiga morte de ‘Dé da Alegria’, no Surubi Velho, em Resende

0

RESENDE

O delegado assistente da 89ª Delegacia de Polícia (DP), João Ricardo Bicudo de Oliveira, abriu inquérito policial para investigar a morte de André Gonçalves Fernandes, 31 anos, mais conhecido como “Dé da Alegria”. Ele foi morto a tiros na noite de domingo, dia 16, no bairro Surubi Velho, na periferia da cidade. Já sua mulher, de 20 anos, também foi ferida. Ela foi socorrida por populares e levada para o Hospital Municipal de Emergência Henrique Sérgio Gregori, no bairro Jardim Jalisco. Até o fechamento desta edição, a unidade hospitalar não havia informado o estado de saúde da vítima.

Mulher de “Dé da Alegria” foi socorrida por populares para o Hospital Municipal de Emergência de Resende-Cyntia Freitas

O crime aconteceu por volta das 19h30min na Rua Dois. Quando os militares chegaram ao local encontraram “Dé da Alegria”, já sem vida dentro de seu carro, um Meriva. Já sua mulher, foi socorrida por populares para o Pronto Socorro do Hospital Municipal de Emergência. Já o corpo de Dé, foi removido para o IML de Resende.

Peritos do Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE) arrecadaram no local do crime 27 cápsulas de calibre 40 e 9mm.

EMBOSCADA

De acordo com o delegado assistente, João Ricardo Bicudo de Oliveira, “Dé da Alegria” teria sido assassinado em uma emboscada. A motivação do crime seria briga facções criminosas. “Uma das hipóteses que estamos investigando é de que o crime tenha sido um ataque de integrantes do Terceiro Comando contra a vítima que estaria relacionada com o Comando Vermelho. Ele estava conduzindo seu veículo junto com a namorada quando foi fechado por outro automóvel de onde desceram quatro homens encapuzados e armados. O quarteto fez inúmeros disparos de arma de fogo contra o veículo de ‘Dé da Alegria’. Desde o início do ano, facções criminosas relacionadas ao tráfico de drogas no município estariam brigando”, contou o delegado João Ricardo, que André tinha uma extensa ficha criminal. “Entre as anotações criminais relacionadas à vítima havia passagens por tráfico de drogas e homicídio”, comentou.

HOMEM É MORTO DURANTE BRIGA EM ITATIAIA

Em outro crime, o autônomo Diogo Pinto Correa, 35 anos, foi assassinado a tiros também na noite de domingo, dia 16. O crime aconteceu por volta das 20h30min, durantes uma briga ocorrida em um bar na Rua Lauro Mendes Bernardes, no bairro Jardim Itatiaia, em Itatiaia. O suspeito do crime, um comerciante de 32 anos, foi preso e encaminhado para a 99ª Delegacia de Polícia (DP) de Itatiaia.

Os policiais do 37º Batalhão de Polícia Militar foram até o bar para verificarem disparos de arma de fogo. Lá, foram informados por populares que Diogo havia sido baleado e socorrido para o Hospital Municipal Dr. Manuel Martins de Barros. No entanto, ele não resistiu aos ferimentos.

De acordo com a Policial Civil, um agente que estava no local do crime conseguiu deter o suspeito. “O agente da Civil estava nas proximidades quando ouviu um disparo de arma de fogo. Ele saiu para ver o que estava acontecendo e chegou a ver o suspeito passando uma arma de fogo para uma pessoa não identificada. Ele conseguiu deter o suspeito e o apresentou a Polícia Militar”, contou um inspetor da Polícia Civil, informando ainda que o comerciante chegou a ser encaminhado para a unidade hospitalar, pois estava com ferimentos.

Após ter sido medicado, ele foi apresentado na Delegacia onde foi autuado pelo delegado titular Vicente Maximiliano por homicídio, permanecendo preso. Ele foi encaminhado, na segunda-feira, dia 17, para a Cadeia Pública de Volta Redonda para audiência de custódia.

error: Conteúdo protegido !