Armas e munições de guerra do tráfico do Rio são apreendidas na região

0

PIRAÍ/RIO

A Polícia Rodoviária Federal anunciou, no início da tarde de ontem, a apreensão de uma grande quantidade de armas e munições de guerra do tráfico. A ação foi realizada em conjunto com a Polícia Civil, em uma abordagem na rodovia Presidente Dutra (BR-116), na Serra das Araras. Segundo os agentes, o destino do material seria a comunidade da Rocinha, na Zona Sul do Rio. O flagrante aconteceu na manhã domingo e a ação faz parte da operação Égide, que reforça o policiamento nas rodovias federais do estado.

Segundo os agentes, equipes da PRF e da Delegacia Especializada em Armas (DESARME), da Polícia Civil, realizavam uma operação na altura de Piraí, quando abordaram um carro que vinha de São Paulo. “Durante a revista, localizamos uma grande quantidade de armas, munições e entorpecentes. O material estava no porta-malas do automóvel. O suspeito, de 26 anos, acabou confessando que o destino seria a comunidade da Rocinha, em São Conrado, bairro nobre da Zona Sul”, relatou a PRF.

De acordo com os policiais, foram encontrados três fuzis, uma pistola, milhares de munições para fuzis, colete balístico, além de dois tabletes de maconha. No total, havia 2.019 munições – calibre 7,62mm –, dois fuzis de fabricação belga, um fuzil romeno e uma pistola austríaca – calibre 45. O caso foi registrado na DESARME, na Cidade da Polícia, no Jacaré, Zona Norte do Rio. O suspeito foi indiciado por tráfico de entorpecentes, associação ao tráfico, além de porte ilegal de armas e munições de uso restrito.

As polícias Civil e Rodoviária Federal têm realizado diversas ações conjuntas para reprimir o tráfico de armas no Rio de Janeiro. Em outra ação recente, PRF e Polícia Civil prenderam uma mulher de 37 anos, suspeita de tráfico internacional de munições. O caso aconteceu em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.

Deixe um Comentário

error: Conteúdo protegido !