A desastrosa Influencia da precipitação

0

Para que uma pessoa não caia no prejuízo da precipitação, ele deve ter conhecimento e visão do que quer fazer. Ele deve manter a calma, a segurança e não se deixar influenciar, permitir que alguém o incentive sem ter a certeza do que vai acontecer.

O primeiro grande exemplo da falta de atenção e prudência do que lhe foi exigido. Foi a precipitação de Adão. Sua mulher lhe apareceu eufórica, entusiasmada; mostrando que tinha comido de uma fruta que ainda eles não tinham comido e que era gostosa demais. Prove você também Adão! E ele sem parar para pensar e analisar que fruta seria esta; recebeu da mão de Eva, sua mulher, e logo comeu. E foi grande o desastre para eles e toda sua geração. Criei o que sua consciência doeu até aos seus novecentos e trinta anos, quando morreu.

Muitos foram tentados a se precipitarem no erro, no engano, na sua vontade demasiada. Alguns caíram. Outros, por causa do temor a Deus, da inteligência e precaução; escaparam, não aceitaram “embarcar” sem saber o rumo.

Eis alguns exemplos: Davi estava sendo perseguido pelo rei Saul, e numa caverna Davi o encontrou dormindo durante a noite. E logo o seu general lhe disse: Deixa-me mata-lo agora de um só golpe. E Davi não permitiu; alegando que ali estava um ungido por Deus. Chegaria o Dia do juízo para ele. Davi não quis se precipitar. E assim, agradou a Deus.

É mal, agir antes de pensar, de saber. Uzá foi um homem que estava ajudando a carregar num carro de boi a sagrada Arca do Deus Altíssimo. Quando o boi escorregou no caminho, a Arca pendeu, e Uzá precipitadamente pôs as mãos na Arca, que era proibido por lei. E Uzá foi morto. Querer ajudar a Deus, sem conhecer Sua vontade, é um desastre. (Oséias 6.6).

Se você está prestes a tomar uma decisão sem ter certeza do que vai resultar. Não o faça! Se estão te influenciando e te apressando para aceitar uma proposta. Desconfie, porque quem nos apressa a tomar decisão sem refletir, está nos empurrando para algum mal.

É isso que Satanás tem feito para que as pessoas se precipitem em rejeitar os conselhos da Bíblia. Ele tentou Jesus para que se atirasse do pináculo do templo, alegando que Deus enviaria seus anjos para protege-lo, mas Jesus o repreendeu, dizendo que a Escrituras também diz que não se deve tentar a Deus.

Não se precipite em tomar uma decisão obscura para sua vida. Tenha calma, confie em Deus e espere nele, Ele virá em tua ajuda.

 

Pr. José Edson

Av. Pres. Kennedy 1502 – Barra Mansa – RJ

 

 

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !