Volta-redondense é condecorado herói americano

9

Franciele Aleixo

f[email protected]

 

Você conhece um herói de verdade ou apenas aquele dos filmes e quadrinhos? O conteúdo especial do A VOZ DA CIDADE apresenta hoje um herói em carne, osso e muita fé. Ednei Lima, 48 anos, volta-redondense, se tornou um verdadeiro herói americano ao salvar vida de cinco jovens. A história completa você acompanha agora.

Depois de trabalhar por muitos anos na Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) em Volta Redonda e no ramo automobilístico pela região Sul Fluminense, aos 24 anos decidiu buscar uma vida melhor nos Estados Unidos, onde reside desde então.

Por conta de sua vasta experiência no mercado automobilístico, ingressou na concessionária Ford americana, como limpador de carros e foi crescendo na empresa onde atuou por mais de 20 anos. Enquanto mecânico da loja e, por falar português e espanhol, ia para frente da loja e vendia carros, até mais do que os próprios vendedores. Pelo feito, passou a ser vendedor, chegando a ser gerente da loja. Ainda na concessionária fez engenharia mecânica. Além disso, trabalhou na Toyota onde cursou na universidade da concessionária marketing, gerenciamento, finanças e vendas.

Possui 24 anos no mercado automobilístico, trabalhando na Ford, Chrysler, Jeep, Lexus, Toyota, BMW, Mercedes, Chevrolet, Audi e Subaru. Em seu currículo também está à atuação há 20 anos como Intérprete Oficial em Português, Inglês e Espanhol, coordenador de Eventos Internacionais. Experiência Financeira com Toyota Finance, Ford Motor Credit e Chrysler Finance.

“Trabalhava na Chrysler, em 2005, e, certo dia, saindo com o meu irmão Washington passamos perto de uma casa de três ou quatro andares que estava em chamas. Havia quatro jovens na janela pedindo por socorro. Em grande maioria, as casas nos EUA são de madeira e vem ao chão com muita facilidade. Eu e meu irmão encontramos uma escada e resgatamos esses jovens, logo após houve a explosão. Todos ficaram bem”, cita.

Três meses depois, ainda em Denbury, onde reside, após uma grande tempestade, os funcionários foram dispensados mais cedo. Ao passar por uma ponte, viu um jovem se atirando no rio. “Parei o carro e pulei atrás. Ele estava se debatendo, pois não sabia nadar e se afogou. Retirei o jovem desacordado e a polícia vendo aquilo tudo pensou se tratar de uma briga e me prendeu temporariamente. Quando o garoto acordou, explicou à situação eu fui solto. As leis dos Estados Unidos são fielmente cumpridas o que dificulta você ajudar alguém, é muito comum pessoas passarem mal na rua e não serem socorridas”, informa.

No ano passado, estava no mercado pagando suas compras quando uma garota empacotadora começou a chorar. “Chorando muito ela perguntou se poderia me abraçar, eu disse que sim, e ela me falou que era uma das jovens da casa em chamas”.

Pelos seus feitos heroicos, foi condecorado Herói dos Estados Unidos pela Casa Branca, condecorado pelo Conservatório de Heróis Mundial e condecorado pelo Departamento de Bombeiros do USA. “Sozinho não conseguiria fazer nada se não fosse à intervenção de Deus. Que tem um grande propósito na vida desses jovens. Só tenho a agradecer a Deus por ter me escolhido por ser ferramenta Dele naquele momento para poder mostrar que Deus existe e que nos piores momentos Ele levanta pessoas. Sinto que por pior que seja a situação, nunca desista por que Deus vai enviar alguém ou uma palavra para nos amparar. Minha intenção é que essa história possa fazer diferença e dar mais amor ao próximo, poucos fazem. Falta empatia, falta compaixão. Que sirva de exemplo. Tenho uma neta de nove anos, a Ana Liz que mora em Volta Redonda e espero que ela tenha muito orgulho desse avô”. Ednei é pai de Victor Lima, Lívia Lima e Clícia Lima, e filho de Edgar e Rute Lima.

O herói americano faz uma crítica ao seu país natal. “Tornei-me exemplo para a comunidade americana e minha família. Mas o meu país mesmo não reconhece a atitude. Sou cidadão brasileiro, volta-redondense e por ter as duas nacionalidades gostaria, também de ter o reconhecimento no Brasil. Ninguém nunca comentou sobre o caso, nunca saiu uma linha na imprensa brasileira. Agradeço a oportunidade dada pelo A VOZ DA CIDADE”, destaca. Ednei faz palestras em todo o mundo sobre negócios, política e comunicação.

Ednei tem formação tecnológica automobilística, formação estratégica de negócio – Universidade Toyota USA, gerenciamento e desenvolvimento financeiro de cálculos de finanças, curso de Política de negócio e liderança em Washington de USA, é representante da Comunidade Latina nos USA, palestrante de Businesses 101 e Política de Intervenção de negócios, tradutor oficial da língua Inglesa e Espanhol Fluente e possui entendimento em Italiano e Francês.

 

 

9 Comentários

  1. Dia 02 de julho foi dia do Bombeiro.
    Nao houve nenhuma homenagem para os nossos herois aqui no Brasil…
    A camara municipal preferiu homenagear pastores da cidade.
    Ano pre eleitoral, ja viu né, tem rebanhar as ovelhas para votar.

    • Herói pra mim é pai e mãe que luta pra colocar comida no prato dos filhos, dar bom exemplo, dignidade e sem dever um centavo a ninguém…. E pelo que sei, esse herói ele não é….

Deixe um Comentário

error: Conteúdo protegido !