Secretaria de Saúde de Volta Redonda registra oito óbitos por Covid-19 de pessoas notificadas em 2022 relacionadas à variante Ômicron

0

VOLTA REDONDA

O primeiro caso de morte por Covid-19 registrado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Volta Redonda neste ano foi de um homem, de 65 anos, hipertenso e diabético, com as três doses de vacina contra Covid-19; o segundo homem, de 73 anos, também era hipertenso e diabético, portador de doença de Parkinson, com as três doses de vacina contra Covid-19. No terceiro e quarto casos, ambos tinham apenas uma dose de vacina contra a doença. Uma mulher de 85 anos, hipertensa, e um homem de 67 anos, hipertenso e doente renal crônico.

Nos próximos quatro casos, apenas uma pessoa tinha o esquema vacinal contra Covid-19 completo. Uma mulher, de 84 anos, com doença cardíaca e diabetes. Os demais tinham apenas duas doses de vacina contra a doença. Um homem, de 82 anos, hipertenso e com hidrocefalia; uma mulher, de 48 anos, com isquemia mesentérica pós apendicectomia; e um homem, de 77 anos, com doença cardiovascular e diabetes.

Os dados da SMS, que refletem o aumento geométrico dos casos decorrentes da variante Ômicron, evidenciam que a população que não completou os esquemas vacinais, com as duas doses mais a de reforço, em especial a população acima de 60 anos, é a que tem maior risco de morte. .

Cabe ressaltar que, em Volta Redonda, o intervalo para o reforço em vigor é de três meses e há vacinas disponíveis na rede de unidades de saúde.