Procon de Volta Redonda orienta consumidores durante as compras natalinas

0

VOLTA REDONDA
As festividades de fim de ano estão próximas e a compra de presentes se intensifica nesse período. Com ela vêm preocupações com a questão financeira, principalmente nesse momento de recuperação econômica que o país atravessa. Como forma de orientar a população de Volta Redonda durante suas compras, a Coordenadoria de Proteção e Defesa do Consumidor do município (Procon-VR) divulgou uma lista de dicas para evitar transtornos.
Segundo destacou o coordenador do Procon-VR, João Silveira, uma dica importante é em relação à troca de mercadoria. Ele explica que o consumidor pode exigir ao vendedor que coloque o prazo de troca do produto na nota fiscal, estabelecendo assim um compromisso para a possibilidade de troca, o que não é obrigatório por lei.
COMPRA FORA DO ESTABELECIMENTO
Ainda de acordo com o coordenador do Procon-VR, quando a compra é feita fora do estabelecimento, seja por telefone ou internet, a pessoa tem sete dias para desistir. Mas, quando você vai à loja, escolhe e compra, você não tem esses dias. O Natal é um período de exceção, porque normalmente o consumidor compra presentes que, em alguns casos, costumam ser trocados. Apesar de não ser obrigatório por lei, a maioria do comércio adota essa prática de troca”, explicou João.
Além da troca de mercadoria, o Procon-VR ressalta a necessidade de o consumidor fazer uma boa pesquisa de preços antes de ir às compras. João Silveira destaca que é importante ir a várias lojas e, no caso de compras online, visitar vários sites. “O segredo é pesquisar o preço. Na internet tem que prestar atenção nas armadilhas, porque você não está vendo a loja o que está comprando, como acontece na compra presencial. Tem que ver se o endereço eletrônico é confiável. No site do Procon de São Paulo, por exemplo, há uma relação de sites que não são confiáveis. O consumidor tem que ter muito cuidado ao comprar”, contou João.
DÉCIMO TERCEIRO
Outra dica importante é referente ao décimo terceiro salário, que é utilizado por muitos trabalhadores para comprar os presentes de fim de ano. Segundo o coordenador do Procon-VR, caso a pessoa tenha dívidas a pagar, o ideal é utilizar o décimo terceiro para quitar essas dívidas. “O primeiro passo é pagar dívida, porque ela gera juros. E evite empréstimos. Se for realmente necessário, é recomendado procurar o que tiver a menor taxa de juros. Geralmente é o consignado, porque a entidade financeira tem a garantia total de recebimento, por ser vinculado ao salário”, acrescentou o coordenador.
Lembrou ainda o coordenador que, caso alguém tenha alguma dúvida pode procurar o Procon de Volta Redonda, que atende na Rua Paulo Leopoldo Marçal, número 117, no bairro Aterrado. O horário de funcionamento é das 9 às 16 horas, sem intervalo para almoço. Os números de contato são (24) 3339-9205, 3339-9206 e 3339-9207.
A Prefeitura de Volta Redonda lembra à população que o uso de máscara permanece obrigatório nesse período de pandemia, principalmente dentro dos estabelecimentos comerciais da cidade, onde também estão disponíveis álcool para higienização das mãos.