O que está enterrado nos cemitérios?

0

 

E muitos dos que dormem no pó da terra ressuscitarão, uns para a vida eterna, e outros para vergonha e desprezo eterno. (Dn 12.3). No centro da cidade de Boston existe um pequeno cemitério muito antigo. Já que a cidade foi fundada em 1630. Atualmente este cemitério está inativo. Quando entrei e vendo várias sepulturas, vi uma tão antiga, que a lápide já estava lascada pelo tempo, e datava desde 1750 que o corpo estava ali sepultado, não era mais corpo, mas o seu pó. O que há enterrado nos cemitérios? Parece uma pergunta óbvia, mas não é. O curioso é que não são só corpos que foram enterrados nos cemitérios. Com estes corpos foram enterrados também muitos sonhos. Muitos projetos, livros que não foram editados, casa que não foi ampliada para conforto da família. Quantas lindas canções que não foram conhecidas nem cantadas. Viagens com família que foram negadas para economizar dinheiro que ficaram no banco. Muitos, enquanto viviam, tinham planos de realizar, até começaram, mas não terminaram. Muitos que deixaram de fazer o bem e não fizeram. Quantos deixaram de perdoar. Outros não tiveram a humildade de pedir perdão. Estas questões estão lá sepultadas. Um bem que deixaram de fazer, uma esmola, um favor. Há! Quantos gostariam de retornar a vida para pedir perdão das suas maldades, traições, roubos. Homicídios cometidos que nunca ninguém descobriu, nem a justiça. Marido que traiu a mulher, ou mulher que traiu o marido e ninguém soube, estão enterrados nos cemitérios com o corpo, que irão testemunhar naquele Dia, diante do Juiz de toda terra. Muitos pensando que deixando o mundo lá em cima, estaria livre de tudo o que fizeram de mal ao seu próximo. Mas para surpresa, todos os pecados estão ali juntos, não sairão porque servirão de testemunha na ressureição. É certo que todos gostariam de se ver livre delas, mas não pode porque foram eles mesmo que geraram, que produziram, como uma cicatriz, como uma tatuagem na alma. “E, como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo, depois disso, o juízo,” (Hb 9. 27; Nm 32.23). A Escritura determina: “A alma que pecar essa morrerá”. (Ez 18.4). Essa morte não é a extinção da vida, é separação do Deus da Luz, por toda eternidade. E onde a Luz não estar, as trevas e o sofrimento é um aguilhão. Por isso Deus dá tanta importância que a pessoas se arrependa e haja mudança de atitude; seja o pecador que for, Deus fez de tudo para que o homem escape do horror do inferno. Ele amou o homem de tal maneira que entregou o Seu Filho a morte dolorosa, para perdoar os pecados de todos os que desejam. (Ap 5.9) Aquele que vive para Cristo e nele persevera até a morte. Tem segurança depois da morte: Se confessarmos os nossos pecados Ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça. (I Jo 1.9). Perdoar e purificar significa ser limpo de todos os delitos cometidos. Eles não te molestarão mais.

Pr José Edson Diretor do Seminário CETEC

 

error: Conteúdo protegido !