Municípios ganham comissão provisória do Partido Militar Brasileiro

0

SUL FLUMINENSE

O Partido Militar Brasileiro (PMB), apesar de ainda não estar homologado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), já está se organizando desde 2010 em todo o país. Atualmente está presente em 55 municípios do Estado do Rio de Janeiro. No Sul Fluminense não está instalado como comissão provisória apenas em Miguel Pereira, Quatis e Rio das Flores. Neste sábado aconteceu a posse das executivas de Volta Redonda, Barra Mansa e Pinheiral.  Os eventos contaram com a presença do presidente do partido Gerson Paulo, do vice-presidente Clayton Motta, do secretário de Políticas Públicas, Joziel Ferreira Carlos, o professor Joziel, do secretário de Assuntos Institucionais, Alan Feijó.

Em Volta Redonda, o evento de posse do diretório municipal aconteceu na Câmara de Vereadores. O presidente é Gleison Souza.  O diretório é composto por outras cinco pessoas. Ele contou que escutou na rádio sobre o início do novo partido, procurou saber mais informações, entrou na campanha para arrecadação de assinaturas e foi convidado a ingressar na presidência. “Aceitei o desafio e vamos ajudar o partido para 2018 e também nos preparando para as eleições municipais de 2020”, adiantou.

O presidente estadual do PMB, Gerson Paulo disse que o pedido para criação da legenda está no TSE a espera de aprovação. Já foram conquistadas 600 mil assinaturas, o mínimo era 460 mil, e a coleta ainda continua. “Estamos dando posse aos diretórios provisórios para que todos possam se organizar enquanto o partido não é oficializado na justiça, mas depois todos serão presidentes dos diretórios permanentes por quatro anos.  Estamos mais organizados do que qualquer partido”, afirmou. Como muitos podem ficar na dúvida, o presidente esclareceu que o partido leva o nome de militar, mas ele não foi criado pelas Forças Armadas e todos são bem vindos. “A estrutura fundacional é militar, mas eu sou militar e o vice é civil. Temos hoje 60% de civis. Um dos nossos compromissos é o resgate da moral, ordem, ética, valores que a sociedade está clamando. A segurança pública é nossa principal prioridade, mas lutamos pela família, amor à pátria, resgate de valores”, enumerou Gerson.

E prova que o partido está organizado é que já tem pré-candidatos a deputado federal. Um deles é o professor Joziel, presente nas posses dos diretórios. Ele, militar da reserva, professor, pastor, declara que o estado não é representado no Congresso Nacional. “São 46 deputados que não deixaram legado algum para o estado”, declarou, frisando que a educação será grande proposta do partido.

OUTRAS POSSES

Durante a tarde a posse aconteceu em Barra Mansa, onde Edinho é o presidente. E depois em Pinheiral, que será conduzido por Wanderley Moreira de Paula Júnior. O coordenador do PMB no Sul Fluminense é Miguel de Almeida.

 

 

 

error: Conteúdo protegido !