Fortes chuvas atingem cidades no feriadão de Natal

0

SUL FLUMINENSE

O verão começou oficialmente no último dia 21 trazendo consigo as famosas chuvas de verão, neste feriado de Natal, alguns municípios registraram grande quantidade de chuva. Como foi divulgado pelo A VOZ DA CIDADE, o observador meteorológico, Rafael Leonardo Bellan, explicou que o calor no estado está sendo influenciado por um anticiclone, o que provoca as pancadas de chuvas, que já estão sendo sentidas em várias cidades do Sul do Estado.

Dois pluviômetros do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) registraram um acumulado de 62 mm água. Considerando que a média natural, fica em torno de 25 mm.

Em Volta Redonda foram registradas seis ocorrências, sendo dois deslizamentos de terra, uma queda de árvore, dois alagamentos além de enxurrada. A cidade registrou nas últimas 72 horas, 73,2 mm, tendo registros de alagamentos no Nove de Abril, Retiro e Rua Carlos Chagas, mais conhecida como Rua 207, mas não houve desalojados.

Já em Angra dos Reis, local em que muitos turistas viajam para passar o réveillon, duas casas tiveram que ser interditadas no bairro Cantagalo, por causa de ocorrência de deslizamento. Lauro de Oliveira Santana, do serviço de Relações públicas da Defesa Civil, disse que o índice pluviométrico registrou 84 mm em apenas 24 horas.

De acordo com ele, na véspera de Natal foi emitido um alerta às 17 horas, informando o alto incide pluviométrico na região, mas nas horas seguintes a situação foi normalizada com a diminuição das chuvas. “As duas casas foram interditadas de forma preventiva para esperar o terreno secar, pois existia a probabilidade de novos deslizamentos. As residências não tiveram danos estruturais e não houve feridos”, contou.

Lauro ainda conta que a Defesa Civil ainda está em estado de observação, mas que a frente fria se afasta da região e o tempo voltará a ficar estável. Ele ainda aconselhou as pessoas que não moram na Região. “O tempo está bom para as festas de fim de ano, mas aconselhamos os turistas que alugarão residências a se cadastrarem no SMS 40199 e informarem o CEP do local que estão hospedados para que também recebam os sinais de alerta”, informou.

Algumas outras cidades foram menos afetadas, como é o caso de Quatis e Itatiaia. Em Quatis um temporal ocorrido na véspera de Natal na Estrada Uruguaia, localizada no distrito São Joaquim, zona rural da cidade, provocou uma grande quantidade de lama na estrada e em Itatiaia o único registro de ocorrência ocasionado pela chuva nas últimas horas foi a queda de uma árvore na região de Maromba e Maringá, no último sábado, 23.

E em Resende foram registradas retenções de água em alguns pontos da cidade, entre eles, na região do bairro Jardim Jalisco, próximo ao Colégio Estadual Pedro Braile Neto, ao Corpo de Bombeiros, ao Posto de Saúde do Manejo, Campos Elíseos, além da região da Grande Alegria.

De acordo com o coordenador da Defesa Civil de Resende, Atanagildo Oliveira, com a aproximação do verão a equipe fica em alerta. “Nessa época os temporais nos finais das tardes são comuns. Com o início do período chuvoso, costumamos monitorar o nível da chuva e o acúmulo de lixo no leito dos rios”, disse, completando que Resende é considerada uma cidade abençoada. “Ao contrário de outras cidades, como Barra Mansa e Volta Redonda que foram atingidas esta semana, com transbordamento de rios e até deslizamentos de encostas. O que mais ocorre em Resende são retenções de águas em algumas vias, devido a demora no escoamento de águas pluviais nas galerias que são muito antigas”, explicou.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !