TRE-RJ institui Gabinete Extraordinário de Segurança Institucional

0

RIO DE JANEIRO

O Colegiado do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) aprovou, na sessão desta quinta-feira, dia 28, resolução que institui o Gabinete Extraordinário de Segurança Institucional (Gaesi). Trata-se de uma coalizão de forças de segurança pública que vai atuar na prevenção e repressão de condutas criminosas e ilícitos que representem risco à normalidade das eleições deste ano. As ações coordenadas de segurança e inteligência incluem a proteção de eleitoras, eleitores, candidatas, candidatos, servidoras, servidores, mesárias, mesários e demais colaboradores da Justiça Eleitoral. A reunião inaugural do Gaesi ocorre já nesta sexta-feira, dia 29, às 11 horas, na sede do tribunal.

Liderado pelo presidente do TRE-RJ, desembargador Elton Leme, o Gaesi terá a participação do vice-presidente e corregedor regional eleitoral, desembargador João Ziraldo Maia, do juiz-auxiliar da Presidência, Marcel Duque Estrada, do juiz-auxiliar da Vice-Presidência e Corregedoria Regional Eleitoral, Rudi Baldi, do assessor de Pesquisa e Análise do TRE-RJ, Marcio Tobias, e de representantes da Procuradoria Regional Eleitoral, do Tribunal Regional Federal da 2ª Região, do Comando Militar Leste do Exército Brasileiro, da Polícia Federal, da Polícia Rodoviária Federal, das Polícias Civil, Militar e Penal do Rio de Janeiro, além da Guarda Municipal do Rio de Janeiro.

Estão previstos encontros periódicos do Gaesi, que também poderá ter reuniões extraordinárias, sempre que necessário. A partir do dia que antecede a votação, o Gaesi passa a ficar permanentemente reunido até o dia imediatamente posterior ao da eleição, tanto do primeiro turno, que ocorrerá em 2 de outubro, como do segundo turno, se houver, marcado para o dia 30 de outubro.