Transporte Ferroviário para o Médio Paraíba é debatido em Quatis

0

ITATIAIA

O I Encontro Regional de Transporte Ferroviário de Cargas do Médio Paraíba, reuniu representantes dos segmentos industrial, comercial e de serviços do Sul Fluminense nesta quinta-feira, dia 11, no Hotel Fazenda Bom Retiro, em Quatis. Organizado pela Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) Líder Vale Médio Paraíba, entidade que desde 2017 discute o desenvolvimento sustentável integrado das 12 cidades que compõem a região, o evento serviu para debater o potencial do modal ferroviário como opção para o setor produtivo regional. Participaram do encontro o prefeito de Quatis, Aluísio D’Elias; o secretário de Desenvolvimento Econômico de Itatiaia, José Luiz Ribeiro Xavier; o presidente da ADR, Antônio Vilela; o diretor de Mobilidade e Logística da entidade, Péricles Aguiar; a coordenadora da Indústria do Sebrae RJ, Carina Ferras; o gerente Regional da Firjan Sul Fluminense, Saulo Franco; diretor Comercial da IRB Logística, Felipe Coelho e o gerente Comercial da Terminal Intermodal Porto Vale Itatiaia, Renato Rochini.

Segundo José Luiz Xavier, um dos terminais de cargas em contêineres, via ferrovia, está em Itatiaia-Ariane Alvez/ASCOM PMI

Segundo o presidente da Agência de Desenvolvimento Regional, Antonio Vilela, desde a sua fundação centra sua atuação no lema “Moro na cidade, mas vivo na região”, para evidenciar a importância de se fomentar movimentos regionais que apostem no desenvolvimento integrado e sustentável de todo o Médio Paraíba. Ele lembra que a região engloba 12 municípios, com cerca de um milhão de habitantes. “Não podemos pensar o Sul Fluminense de forma isolada. Ao criar a Agência de Desenvolvimento Regional definimos quatro eixos: educação, mobilidade e logística, tecnologia e turismo, como prioridades até 2030. E o modal ferroviário está diretamente ligado à questão da mobilidade e logística”, afirma Vilela.

Para o secretário de Desenvolvimento Econômico de Itatiaia, José Luiz Ribeiro Xavier, debater o desenvolvimento regional, de forma integrada, é fundamental. Segundo José Luiz, o Sul Fluminense tem grande potencial econômico e como as cidades que compõem o Médio Paraíba são muito próximas, as decisões que um município toma podem gerar impactos em toda a região. “Temos dois terminais que atuam na logística de cargas em contêineres, via ferrovia, com conexão com o modal ferroviário, sendo um deles em Itatiaia. O encontro mostrou as vantagens desse tipo de transporte e que há um cenário bastante promissor de crescimento para o setor ferroviário nos próximos anos, o que geraria efeitos positivos em toda a cadeia produtiva. Para isso, no entanto, todos os atores envolvidos, precisam trabalhar integradamente, para superar os desafios. Pelo que vimos nesse encontro, há uma forte disposição neste sentido”, comenta o secretário.