Serra do Eme será fechada ao trânsito entre os dias 13 e 15 devido às obras

0

RESENDE

Utilizada como principal via no trajeto para a região de Visconde de Mauá, a estrada da Serra do Eme (RJ-161) terá o fluxo de veículos controlado em determinados horários pela Prefeitura de Resende, entre os dias 13 e 15, de terça até quinta-feira, respectivamente. Segundo a informação divulgada na manhã desta segunda-feira, dia 12, pelo governo municipal ao A VOZ DA CIDADE, neste período “a Serra do Eme (RJ-161) funcionará com interdições no trânsito. A estrada estará fechada das 8 horas às 11 horas e das 13 horas às 17 horas, durante esses três dias (13, 14 e 15). Nesse período de interdição no trânsito, as máquinas pesadas vão trabalhar de forma intensificada na recuperação total da via”.

Atualmente, a via opera no sistema de ‘Siga e Pare’, com controle do fluxo de veículos passando pelos locais onde máquinas pesadas mantém o serviço de desobstrução e reparo do pavimento. Desde o dia 5, a RJ-161 passou a ser utilizada como rota alternativa para a região de Visconde de Mauá, devido à interdição por prazo indeterminado da RJ-163, prejudicada com mais de 136 pontos de deslizamento de encostas e apresentando instabilidade da pista em diversos trechos.

Segundo a Coordenadoria de Defesa Civil de Resende, o balanço de fim de semana tanto na RJ-163 quanto na RJ-161 foi de avanço nos reparos emergenciais. “O clima auxiliou e vivemos esta expectativa de termos ao longo desta semana que se inicia uma janela de tempo bom, permitindo que as máquinas e equipes trabalhem com afinco. Na RJ-163 a interdição por prazo indeterminado prossegue, o trabalho no local é realizado também visando desobstruir as barreiras caídas durante o temporal dos últimos dias”, informa o coordenador Atanagildo Oliveira Alves.

A RJ-161, a Serra do Eme, segue como rota alternativa e com os dias de sol a expectativa é de aprimorar o pavimento. “Esperamos acelerar ainda mais o serviço das equipes na Serra do Eme e tentar deixar a via 100% para o fluxo de veículos. Felizmente, durante o fim de semana não registramos qualquer incidente em ambas as estradas”, ressalta o coordenador, Atanagildo Alves.

A Serra do Eme com a RJ-161 é de responsabilidade do Governo do Estado, a via também sofreu deslizamentos de barreiras e quedas de árvores por causa das chuvas nos últimos 15 dias. Porém, a via foi liberada no dia 5, após a ação da Prefeitura de Resende que enviou para o local uma equipe formada por 35 homens e 15 equipamentos pesados, entre máquinas e caminhões. Segundo a Defesa Civil, com a desobstrução da Serra do Eme os moradores de Visconde de Mauá e região podem trafegar de veículo por ela pegando depois a Estrada da Vargem Grande, indo para o trecho urbano de Resende com acesso ao bairro Cabral, na região do Grande Paraíso. E quem mora na Capelinha, pode acessar a Ponte do Bonsucesso, na RJ-151, indo depois para a Estrada da Vargem Grande, com destino também à zona urbana de Resende.