Semana de Consciência dos Direitos da Pessoa com Deficiência é encerrada em Barra Mansa

0

BARRA MANSA 

As atividades da Semana de Consciência dos Direitos da Pessoa com Deficiência (promovida pela Secretaria Municipal de Educação, através do Centro Municipal de Atendimento Educacional Especializado – Cemai), foram encerradas em grande estilo durante o dia de hoje. Foi realizado na Praça da Matriz, no Centro, o evento “Barra Mansa abraça a Pessoa com Deficiência”. Centenas de pessoas participaram da cerimônia de encerramento, entre eles alunos e representantes municipais. A iniciativa teve a finalidade de sensibilizar e envolver as famílias das pessoas com deficiências e a sociedade para garantir os direitos da pessoa com deficiência.

Realizado pela prefeitura, o evento teve apoio da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), do Centro Universitário de Barra Mansa (UBM), do Movimento Orgulho Autista de Barra Mansa (Moab), da Associação de Pais e Amigos dos Deficientes (Apad), do Conselho Municipal de Defesa das Pessoas com Deficiência e do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf).

Durante o dia, foram expostos os trabalhos realizados pelas entidades. Também foram realizadas apresentações musicais, com alunos do Ciep Ada Bogato, que compõem o Drum Latas, do Projeto Música nas Escolas; aulas de zumba, com os professores Luizinho e Cris; ginástica rítmica com fitas com alunas da Apae e dança com alunos do Cemae.

INCLUSÃO

Segundo a coordenadora do Cemae, Sônia Coutinho, a atividade criou oportunidades para expor o trabalho de inclusão desenvolvido pelo município e as instituições. Ela conta que somente no Cemae, cerca de 600 alunos são atendidos mensalmente e que eles frequentam a rede regular de ensino, com opções de serviços de atendimento educacional especializado e a sala de atendimento educacional.

Sônia conta que no Cemae eles recebem atendimento com fonoaudióloga, terapeuta ocupacional, serviço social, psicopedagoga, psicóloga, além de acompanhamento e orientação as escolas para a inclusão e quando necessário acompanhamento de casos para o Conselho Tutelar, Ministério Público. Oferecemos ainda serviços de intérprete de Libras e transcrição em Braile.

Ela comentou também sobre os avanços conquistados nos últimos tempos, a exemplo da implantação da Lei 13.146, de 6 de julho de 2015, mas analisou que ainda é preciso avançar nas garantias dos direitos. “Apesar das cotas estabelecidas pela legislação, o mercado de trabalho continua restrito”.

VIVENDO EM SOCIEDADE

A orientadora educacional da Apae, Michelle Custodio Vieira Coelho, avaliou a importância do evento, dizendo que conseguiram mostrar à sociedade que as pessoas com deficiência podem conviver perfeitamente em ambientes sociais. “Serviu também para mostrarmos os trabalhos que realizamos na Apae, que às vezes as pessoas conhecem a instituição, mas não o trabalho efetivo que realizamos, com mais de 200 alunos e diversas atividades.  Na instituição também tivemos programação diária para a Semana Nacional e essa ação veio encerrar essa campanha de uma maneira muito bonita”, comentou.

Estiveram no evento a vice-prefeita Fátima Lima; o professor do UBM Fernando Vitorino; o vereador Jeferson Mamede; a secretária de Juventude, Esporte e Lazer, Rose Vilela e o diretor executivo do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) Fanuel Fernando.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !