Secretaria de Saúde realiza teste rápido de HIV durante a Campanha Dezembro Vermelho em Quatis

0

QUATIS

Nesta terça-feira, dia 1º de dezembro será celebrado o Dia Mundial de Combate à AIDS. Mundialmente denominado como “Dezembro Vermelho”, o mês é marcado por uma série de ações na área da saúde com o objetivo chamar atenção para as medidas de prevenção, assistência e proteção e promoção dos direitos das pessoas infectadas com o HIV.

Para marcar o dia Mundial de Combate a AIDS, celebrado neste dia 1º, a Secretaria de Saúde do município, por meio do Programa e Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST)/AIDS realiza a Campanha “Dezembro Vermelho”. A Campanha tem o objetivo chamar atenção para as medidas de prevenção, assistência e proteção e promoção dos direitos das pessoas infectadas com o HIV. Até a próxima quinta-feira, dia 3, o Programa IST/AIDS realizará o teste rápido para a detecção do HIV. Nesta terça-feira, a ação acontecerá na Clínica da Família Nossa Senhora do Rosário. No dia 3, a testagem será realizada no Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) do bairro Bondarovisky. Nas duas datas, o horário de atendimento será das 9 horas ao meio-dia.

Segundo o secretário de Saúde do município, Wendell Monteiro, o teste é simples e realizado a partir da coleta de uma gota de sangue retirado da ponta do dedo. O resultado sai em até 30 minutos. “Faremos esses dois dias de ação para marcar a Campanha, mas os testes estão disponíveis o ano todo nas nossas unidades de saúde. Ele é realizado de forma gratuita e sigilosa por técnicos capacitados para atender os pacientes”, explica Wendell, salientando que caso o teste dê um resultado positivo, o paciente recebe o acolhimento e as orientações da equipe do Programa IST/AIDS.

A coordenadora do programa IST/AIDS, Carolina Cersozimo Guimarães, explica que o diagnóstico positivo precoce do HIV permite que o paciente comece o seu tratamento no momento certo e tenha uma melhor qualidade de vida. Além disso, mães soropositivas podem aumentar suas chances de terem filhos sem o HIV, se forem orientadas corretamente e seguirem o tratamento recomendado durante o pré-natal, parto e pós-parto. “Qualquer dúvida, a pessoa pode obter mais informações em uma das nossas unidades de saúde. Garantimos o total sigilo para que a pessoa tenha a confiança e a tranquilidade no atendimento”, disse Carolina.

USO DO PRESERVATIVO

O secretário de Saúde, Wendell Monteiro, destaca ainda que o “Dezembro Vermelho” também faz menção sobre a importância do uso de preservativos durante a relação sexual. Ele frisa que a sua utilização é um dos métodos mais eficazes para prevenir a Aids e Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST) e podem ser adquiridos, gratuitamente, nas unidades de saúde. “É muito importante o uso do preservativo porque ele ajuda a prevenir não só o HIV como também outras infecções que podem ser transmitidas por meio da relação sexual como a sífilis, gonorreia, herpes e o vírus HPV, que causa o câncer de colo de útero”, alertou o secretário.