Secretaria de Saúde faz atividades alusivas ao Novembro Azul

0

RESENDE

A Secretaria Municipal de Saúde preparou atividades alusivas ao Novembro Azul, mês de mobilização mundial da prevenção e do combate ao câncer de próstata. As ações englobam orientações sobre “Saúde do Homem” e “Promoção da Alimentação Saudável e a Prevenção do Câncer de Próstata”. Todas as unidades da rede pública municipal de saúde estão envolvidas na campanha. No próximo dia 21, quinta-feira, o pátio do Centro Administrativo da Beira-Rio, no bairro Jardim Jalisco, será palco da tenda com o tema ‘Saúde do Homem’, entre 13 e 17 horas. E no dia 27, haverá um evento especial comemorativo na Unidade de Saúde da Família (USF) Itapuca, situada na Rua Euzébio Manoel da Glória, com diversos atrativos.

A programação diferenciada do “Projeto Saúde” na USF Itapuca, que será a partir de 8h do dia 27, inclui: aferição de pressão arterial; alongamento; bate-papo sobre câncer de mama, de próstata, de pele e de boca; participação da Universidade Estácio de Sá; corte de cabelo; Espaço Kids; e café da manhã, entre outros procedimentos e atrações.

As ações integram serviços de orientação da Secretaria Municipal de Saúde

O cronograma, que acontece no decorrer do mês, terá ações com esclarecimentos e dicas também nesta terça-feira, dia 19, a partir de 14 horas, na USF Jardim Primavera, localizada na Rua dos Pintassilgos, no bairro Jardim Primavera III.

O secretário municipal de Saúde, Tande Vieira, destacou sobre a importância do mês Novembro Azul, lembrando que a saúde masculina também é prioridade. “Novembro é o mês de conscientização sobre os cuidados integrais com a saúde do homem. O objetivo da programação do município é chamar a atenção para o movimento global, com bastante informações e ações. Apesar de o foco ser o câncer de próstata, a campanha é mais ampla e abrange diversos assuntos ligados à saúde do homem”, argumenta.

O câncer de próstata é o mais frequente entre os homens, depois do câncer de pele. As estimativas divulgadas pelo Ministério da Saúde indicam 68.220 novos casos em 2018. O dado estatístico corresponde a um risco estimado de 66,12 casos novos a cada 100 mil homens, além de ser considerada a segunda causa de morte por câncer em homens no País, com mais de 14 mil óbitos. Na presença de sinais e sintomas, recomenda-se a realização de exames. A doença é diagnosticada a partir de biópsia, que é solicitada ao encontrar alguma alteração no exame de sangue (PSA) ou no toque retal.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !