Sassaricando-Oscar Nora-15 de fevereiro de 2020

0

Flamengo x Athlético Paranaense, em Brasília, e Boa Vista x Volta Redonda, às 16 horas no Elcyr Resende em Saquarema, serão os dois únicos jogos no futebol do Rio neste final de semana. Ambos no domingo, um decidirá o título da Supercopa do Brasil. O outro definirá o segundo finalista da Taça GB.
+
Em partida única, a Supercopa do Brasil de Futebol confronta os campeões do Campeonato Brasileiro – Flamengo – e da Copa do Brasil – Athlético – sempre no ano seguinte ao da conquista dos respectivos títulos. Disputada em 1990 e em 1991, quando foram campeões o Grêmio e o Corinthians e vice-campeões o Vasco da Gama e o Flamengo, depois foi esquecida.
+
Com o mesmo elenco que brilhou na temporada passada, as chances do Flamengo recuperar a Taça perdida em 1991 são bem maiores do que as chances do Athlético acrescentar nova conquista em sua sala de troféus. Da turma de 2019, o Flamengo perdeu apenas o zagueiro Pablo Mari. Mas trouxe reforços de peso como Gustavo Henrique, Léo Pereira, Thiago Maia, Pedro Rocha, Michael e Pedro.
+
Flamengo x Athlético, às 11 horas da manhã, fará os dois times sentirem a diferença do atípico horário, mas o Athlético sentirá mais. É que, diferentemente da grama sintética do Estádio Arena da Baixada, em Curitiba, o gramado do Estadio Nacional Mané Garrincha é um tapete verde da genuína grama natural.
+
Boa Vista e Volta Redonda vão disputar o direito de enfrentar o Flamengo na decisão da Taça Guanabara no acanhado Estádio Elcyr Resende. Alçapão com a dúbia capacidade de 4 ou 5 mil torcedores, ele causa preocupação ao Corpo de Bombeiros, mas uma liminar confirmou o jogo por lá.

É curiosa a estatística dos confrontos diretos entre Volta Redonda e Boa Vista. Nas 11 partidas, 8 tiveram mando de campo favorável ao Boa Vista e apenas 3 foram disputadas em Volta Redonda. Também em sua casa o BV assinalou 13 dos seus 17 gols. Nessas condições, o Volta Redonda marcou apenas 6 dos seus 15 gols.
+
Há também outra curiosidade. Cada um tem uma goleada sobre o outro. E elas foram aplicadas na casa do adversário, nunca em seu proprio estádio. Pelo Campeonato Carioca, em 2007, jogando em Saquarema, o Volta Redonda goleou o Boa Vista por 5 a 1. O troco foi no ano passado, no Raulino: Boa Vista 4 a 2 no Voltaço.

Foto: CBR/Lucas Baptista

O remo do Brasil definiu os primeiros barcos que irão buscar vagas nos Jogos Tóquio 2020, durante a Regata de Qualificação Continental, entre 2 e 5 de abril, no Rio de Janeiro. No Single Skiff, os representantes serão Uncas Tales Batista, do Botafogo, no masculino, e Vanessa Cozzi de Castro, do Flamengo, no feminino. Já no Dois Sem, o barco formado por William Giaretton e Gabriel Campos de Moraes, do Corinthians, serão representantes na Regata Pré-Olímpica Mundial, que acontecerá em maio, em Lucerna (SUI).

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !