Resende recebe 1.490 doses do imunizante CoronaVac

0

RESENDE

O município de Resende segue trabalhando na luta contra a Covid-19 com a imunização dos grupos prioritários estabelecidos pelo Ministério da Saúde. Nesta segunda-feira, dia 22, Resende recebeu o total de 1.490 doses que serão destinadas para a segunda dose de pessoas que já receberam a vacina. Além disso, nesta segunda-feira também chegaram outras 170 doses que serão para a primeira dose da vacina.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, o lote com as vacinas foi levado até o local de armazenamento seguro e seguirá para dar continuidade ao Plano Municipal de Imunização, em que estão sendo imunizados os idosos acima de 85 anos e os profissionais liberais da saúde, que devem comprovar que estão atuando na área no momento. A Secretaria de Saúde reforça que a Carteira de Conselho da área de saúde não é aceita como comprovante.

As vacinas devem permitir a segunda aplicação aos pacientes do grupo prioritário – Raimundo Brasil/PMR

O prefeito Diogo Balieiro Diniz ressalta que o município segue na luta contra o coronavírus. “Resende continua imunizando os grupos prioritários que são determinados seguindo os critérios estabelecidos do Plano Nacional de Imunização e do Plano Municipal de Imunização. Conforme forem chegando mais vacinas do Ministério da Saúde, mais pessoas serão vacinadas. Ainda não devemos nos descuidar e continuamos usando máscara, higienizando as mãos e evitando aglomerações”, disse o prefeito.   

A Prefeitura de Resende divulga diariamente os dados em relação à imunização e combate à Covid-19 nos canais oficiais como a página do Facebook e o site institucional. Até a última atualização, do dia 21, já foram aplicadas 5.529 doses contra a Covid-19, sendo 4.031 da primeira e 1.498 da segunda dose em Resende.

A CoronaVac foi distribuída nesta segunda-feira para os 92 municípios fluminenses – Raimundo Brasil/PMR

TRANSPARÊNCIA  

A gestão municipal fornece diariamente (nos dias de vacinação) ao Ministério Público de Resende, a listagem de pessoas contempladas pela campanha de imunização, seguindo critérios de prioridade estabelecidos pelo Ministério da Saúde. Neste repasse de dados dos vacinados que são fornecidos ao MP estão: nome, CPF, local de imunização, função exercida e fabricante da vacina utilizada, com o objetivo de dar transparência ao processo, preservando o direito à privacidade e à intimidade de cada cidadão.

 

error: Conteúdo protegido !