Resende promove campanha Cadastur para meios de hospedagem

0

RESENDE

A Secretaria de Indústria, Comércio e Turismo promoverá a partir de segunda-feira, dia 20, a atualização cadastral dos meios de hospedagem da cidade e a campanha ‘Cadastur’. O recadastramento junto à Secretaria de Indústria, Comércio e Turismo visa atualizar a relação de hotéis e pousadas em funcionamento em Resende. Os proprietários também receberão informações sobre a necessidade da inclusão de dados no Cadastur, sistema de cadastro de pessoas físicas e jurídicas que atuam no setor de turismo, por meio da campanha de incentivo. O programa, executado pelo Ministério do Turismo (MTur), em parceria com órgãos oficiais da área, está disponível para os 26 estados e no Distrito Federal, e garante diversas vantagens e oportunidades aos seus cadastrados, além de funcionar como fonte de consulta para o turista.

Para desenvolver a ação, a equipe da Secretaria Municipal comunicará sobre o recadastramento por meio de e-mail aos hotéis e pousadas. Desta forma, será montado um calendário de visitas para os estabelecimentos em questão. A equipe irá em cada unidade hoteleira, onde efetuará a atualização do cadastro municipal e estará disponível para esclarecer dúvidas. Sobre o Cadastur, os donos de hotéis e pousadas serão orientados sobre o cadastro, que é obrigatório para determinados estabelecimentos, incluindo os meios de hospedagem.

Visconde de Mauá é um dos destinos turísticos do município, na Serra da Mantiqueira

Atualmente, existem 29 meios de hospedagem no município de Resende, sendo 11 na área urbana, um na Bagagem, três em Engenheiro Passos, dois na Serrinha do Alambari e 12 em Visconde de Mauá. No total, são contabilizados aproximadamente 1.519 leitos e 760 unidades de habitação.

O secretário municipal de Indústria, Comércio e Turismo, Tiago Diniz, explicou sobre a importância da inserção das informações da rede hoteleira do município no Cadastur, além de reforçar que o levantamento na esfera municipal faz parte do processo que viabiliza mais destaque às unidades. “A atualização nacional no Cadastur é importante, pois, entre algumas vantagens, habilita a participação do meio de hospedagem em programas e projetos do governo federal, além de possibilitar acesso a financiamentos nos bancos oficiais. O Cadastur também confere os seguintes benefícios ao cadastrado: visibilidade para o seu negócio, por meio dos sites governamentais www.cadastur.turismo.gov.br www.viajelegal.turismo.gov.br; oportunidades de qualificação, por intermédio dos programas e projetos oferecidos por diversas áreas do MTur; classificação dos meios de hospedagem; oportunidades de negócios e acesso a mercados nacionais e internacionais; credibilidade de que a empresa está formalizada e que está operando de acordo com as leis brasileiras; e informações e apoio por meio de um Ambiente de Negócios on-line restrito aos prestadores que estão com o cadastro regular. O cadastramento não custa nada e é feito via Internet”, afirma.

Segundo o secretário, a atualização de dados estatísticos dos hotéis e pousadas de Resende faz parte do processo para alavancar o turismo regional; com frequência, há consultas sobre informações quantitativas de leitos, por exemplo. Outro objetivo desta atualização é verificar se houve aumento ou redução no número de meios de hospedagem. 

Conforme a Lei nº 11.771, de 17 de setembro de 2008, o cadastro no Cadastur é obrigatório para os meios de hospedagem, acampamentos turísticos, agências de turismo, organizadoras de evento, parques temáticos e transportadoras turísticas.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !