Resende anuncia a interdição da Estrada da Limeira no acesso a Formoso

0

RESENDE

O temporal que atingiu o Sul Fluminense no início da noite de terça-feira, dia 3, provocou danos em ao menos uma importante estrada da zona rural do município de Resende. Segundo informações da Coordenadoria Municipal de Defesa Civil, o alto volume das chuvas provocou o rompimento de manilhas de um córrego canalizado sobre um trecho da Estrada da Limeira – via que interliga Resende ao município de Arapeí (SP) e também a Formoso, localidade de São José do Barreiro (SP).

A força das águas provocaram danos na estrutura que por sua vez culminou numa abertura na pista, impedindo o fluxo de veículos. As primeiras informações dão conta que a estrada permanecerá interditada para obras de reparo, obstruindo somente o acesso para Formoso – a interdição não afeta o acesso ao município Arapeí, cuja entrada fica antes do local onde houve o problema.

A obra de recuperação deve levar até 15 dias na região da erosão e manilhas danificadas

O coordenador municipal de Defesa Civil, Atanagildo Oliveira Alves, explica a situação e pede paciência aos condutores que terão como rota alternativa para São José do Barreiro a Estrada Resende-Riachuelo, na altura do bairro Casa da Lua. “A Estrada da Limeira, que tem início em Resende no bairro Parque Ipiranga, teve um importante dano estrutural no trecho situado a aproximadamente 15 quilômetros da zona urbana da nossa cidade, na pista sentido Formoso. A parte danificada fica após a Fazenda Bella Vista, houve uma erosão no solo, a pista cedeu e não tem como ocorrer o fluxo de veículos. A manutenção deve levar até 15 dias e, portanto, os condutores poderão utilizar a Estrada Resende-Riachuelo, pela Casa da Lua”, informa o coordenador. Com equipamentos e servidores envolvidos no serviço de manutenção das estradas da zona rural, a Secretaria de Desenvolvimento Rural já iniciou o serviço de manutenção.

SESMARIA

As chuvas também foram fortes no Vale do Paraíba Paulista gerando também a elevação das águas no Rio Sesmarias. A bacia hidrográfica do Rio Sesmaria está localizada entre os municípios de Arapeí e São José do Barreiro, no estado de São Paulo e Resende. Segundo a Defesa Civil, com o temporal, o leito do Sesmarias em Resende subiu 3,8 metros, ficando perto do limite para transbordar – 4,5 metros. “O volume da chuva que caiu na região de Resende e também em Formoso elevou o Sesmaria. Na manhã desta quarta-feira recebemos vários chamados de moradores assustados, mas não havia motivo para alarde. A alta ocorreu durante o ápice do temporal, o nível baixou no decorrer do dia, sem riscos. Houve momento de ficar a 20 centímetros de transbordar, o que deixou alguns moradores apreensivos e com razão. Mas, mantemos o monitoramento de toda a extensão do rio a partir de Formoso e manteremos todos bem informados preventivamente sobre possível cheia. O Parque Ipiranga e o Jardim Brasília serão as primeiras localidades pela localização”, observa Atanagildo Alves.

Na Cidade Alegria o muro de contenção da garagem e sede da Viação São Miguel caiu com as chuvas – Foto: Redes Sociais

No bairro Cidade Alegria o muro de proteção da garagem e sede da Viação São Miguel, na Avenida Perimetral Norte, caiu durante o temporal desta terça-feira. A empresa informou que não houve feridos. A Defesa Civil comentou que já havia notificado a empresa sobre o risco de acidente. “Eles já haviam recebido uma notificação da Defesa Civil sobre esse muro. Felizmente caiu e não teve vítima, atingiu carros do estacionamento”, frisa o coordenador Atanagildo. A estimativa da Defesa Civil é que o temporal que atingiu a cidade tenha alcançado um volume de 60 milímetros na região do Manejo, Grande Alegria, Ipiranga e estrada da Limeira. Já nas regiões do Grande Paraíso, Campos Elíseos e Academia Militar das Agulhas Negras, foram registrados 30 milímetros de chuva em pouco mais de 60 minutos.

RJ-163

Após o temporal o Departamento de Estrada de Rodagem (DER-RJ) comentou a situação da RJ-163, no acesso a Visconde de Mauá. Recentemente o órgão liberou o fluxo de veículo na estrada estadual e informou ao A VOZ DA CIDADE que “a via está liberada ao tráfego, o DER-RJ continua trabalhando na rodovia e alguns trechos estão em meia pista”. Vale ressaltar que a via possui limite de velocidade máxima em 40 km/h e nova sinalização foi implementada pelo DER. A orientação é que os motoristas redobrem a atenção, evitem o abuso de velocidade e ultrapassagens perigosas.