Polícia Civil prende mulher suspeita de envenenar filhos em Resende

0

RESENDE

Agentes da 89ª Delegacia de Polícia (DP) coordenado pelo delegado titular, Michel Floroschk, prenderam na tarde de quarta-feira, dia 30, uma mulher suspeita de envenenar os filhos menores, uma menina de seis anos e um menino, de três anos. O crime, segundo a Polícia Civil, aconteceu em dezembro de 2019, no bairro Campo Belo, na região das Barras. A motivação do crime seria porque a mulher não aceitava o fim do relacionamento com o ex-companheiro. As crianças, na época, foram envenenadas por “Chumbinho”, como é conhecido no Brasil, é um produto clandestino irregularmente utilizado como raticida.

Segundo a Polícia Civil a mulher, após uma discussão com o companheiro, preparou uma macarronada para os filhos, adicionando “Chumbinho” ao alimento. Na época, a filha ainda questionou a mãe, o que seriam as “bolinhas pretas” na comida. “A mãe respondeu que seria um tempero”, informaram os agentes, acrescentando que tanto a mãe como os filhos ingeriram a macarronada. “Após comer, a suspeita ainda enviou mensagem para o ex-companheiro dizendo que entregaria os filhos em um caixão”, completaram.

Com a ação do veneno, a mulher e as crianças começaram a vomitar e apresentar forte diarreia. Uma vizinha acionou uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). “As crianças ficaram internados em uma unidade médica, onde passaram por um procedimento estomacal”, contaram os agentes, informando que após a alta médica, as crianças foram entregues aos cuidados do pai.

Após o crime, a menina e o irmão, de três anos, precisaram ficar internados em uma unidade médica, e passaram por um procedimento de lavagem estomacal.

Após receberem alta, as crianças foram colocadas sob os cuidados do pai.

A prisão temporária de 30 dias foi decretada pela juíza da 1ª Vara Criminal de Resende.

error: Conteúdo protegido !