PM de Angra salva menor de suposta tentativa de execução

0

Angra dos Reis

Um menor de 13 anos foi salvo, na última quinta-feira, dia 31, pela Polícia Militar, no bairro Promorar. Ele foi agredido por um grupo que, segundo os agentes, tinha intenção de matá-lo. Os agentes militares responsáveis pela ação são do Programa Estadual de Integração na Segurança (Proeis), mantido pela prefeitura.

Os militares, em patrulhamento pela Rua Japoranga, foram informados por populares que um homem estava sendo espancado nas proximidades e se dirigiram para o local. Com a proximidade dos policiais, um grupo fugiu.

“No local, foi encontrado um menor de 13 anos, sentado e com escoriações pelo corpo”, disse a PM, frisando que os elementos estavam aguardando apenas a ordem do tráfico para conduzir o adolescente para a execução.

Em nota, a prefeitura explicou que “a PM fez contato com o Conselho Tutelar, que informou que o menor teria fugido da Casa Abrigo, no último dia 27”.

O adolescente foi levado para uma unidade de saúde para avaliação e, posteriormente, para 166ª Delegacia de Polícia (DP), onde a ocorrência foi registrada. Após comunicação ao Ministério Público, o menor, assim como seus dois irmãos, foram transferidos por questão de segurança.

DISQUE-DENÚNCIA

A população pode ajudar no trabalho da polícia contra a criminalidade, com denúncias anônimas, através do serviço de Disque-Denúncia, pelo telefone 0300 25 311 77, com o preço de uma ligação local, ou pelo aplicativo Disque-Denúncia RJ.

O serviço passou a contar, recentemente, com um novo canal de comunicação com o cidadão: a página do Facebook Disque-Denúncia Angra. Para se manter informado sobre o serviço, basta curtir a página. Em todos os casos, o sigilo é garantido.

 

error: Conteúdo protegido !