Idosos terão gratuidades suspensas e será proibida entrada em Volta Redonda de veículos de outros estados e Região Metropolitana

0

VOLTA REDONDA
Volta Redonda tem 33 casos confirmados de coronavírus. O prefeito atualizou os casos neste domingo. Ontem eram 28. Das confirmações de hoje, quatro mulheres e um homem. Idades das mulheres – 48,39,27 e 67 anos, e do homem, 42 anos. São ainda 227 pessoas a espera de exames. Dos casos confirmados, quatro pessoas estão internadas. Como forma de propagação da doença, Samuca anunciou o fim da gratuidade das passagens para os idosos e o fim de entrada de veículos com placas de outros estados e de regiões metropolitanas em Volta Redonda.
O prefeito lembrou que ontem o governador Wilson Witzel prorrogou por mais 15 dias o decreto de isolamento social, até o dia 6 de abril. A partir de terça-feira, dia 31, os veículos com placas de outros estados e da Região Metropolitana do Rio, serão impedidos de entrar na cidade. “Até o dia 6 de abril estamos em quarentena e não adianta esforços se não protegermos a população. Essa atuação já existe para transportes interestaduais e agora vamos restringir para veículos. Você, morador de Volta Redonda, tem carro com placa de fora, de outro estado ou da Região Metropolitana será parado, mas é só ter dentro de seu carro uma comprovação que é residente aqui”, disse o prefeito, pedindo ajuda de todos para essa semana decisiva.
Outra ação diz respeito aos idosos nas ruas. O prefeito informou que suspenderá a gratuidade no transporte público até o dia 6 de abril. Para ele, a medida é urgente já que ainda existem muitos idosos andando pelas ruas. “Fiquem em casa”, pediu Samuca, falando que Volta Redonda é a terceira cidade com mais casos no estado. “O vírus está na cidade e ele mata pessoas. Precisamos sim evitar aglomerações e restringir o convívio social nesse momento. Tenho certeza que isso tudo vai passar e voltaremos ao cotidiano, talvez não a vida normal, mas voltaremos”, falou.
A terceira ação é a prorrogação por 60 dias a proibição no corte de água na cidade. Nesta segunda-feira, o prefeito pretende anunciar ações para o IPTU e o ISS.
Samuca Silva ainda destacou que esse tempo de restrições possibilitou que a prefeitura conseguisse montar o hospital de campanha no Estádio Raulino de Oliveira, que terá 114 leitos em funcionamento até sexta-feira. O atendimento será centralizado, permitindo que os casos graves sejam direcionados para os Hospitais São João Batista, Santa Margarida e do Idoso.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !