Falta de poda de árvores causa medo em moradores do Ano Bom

0

BARRA MANSA

O presidente da Associação dos Moradores do bairro Ano Bom, Carlos Alberto de Novais, procurou o a Voz da Cidade para relatar um problema que os residentes vêm enfrentando nas ruas Julieta Espíndola de Matos e Diocélio Cambraia. Em ambas as ruas existem árvores que cresceram excessivamente, prejudicando algumas casas. Além disso, os galhos estão entrelaçados na fiação dos postes, causando risco de curto circuito.

Carlos Alberto contou que faz mais de um ano que vem tentando resolver a situação. “A fiação está perigosa, e às vezes, caem galhos em cima dos carros. Também têm crianças brincando por aqui e podem se machucar”, afirmou o presidente da associação.

A casa de Heula de Oliveira Costa fica na Rua Diocélio Cambraia. Ela disse que um galho da árvore cresceu em cima da laje da casa dela, e que além da sujeira excessiva, vem enfrentando problemas com animais peçonhentos. “A árvore está fazendo uma ponte até o meu terraço, e dentro de casa estou achando uns bichos que nunca tinha encontrado, como por exemplo, aranhas”, relatou a moradora.

De acordo com o morador da Rua Julieta Espíndola de Mato, José Arlindo Xavier, com a época de chuva o perigo aumenta. “As árvores estão em cima das casas, e tem fios do poste entrelaçados nos galhos. A nossa preocupação é que com as chuvas de novembro e os ventos fortes, podendo acontecer um acidente fatal”, lamentou.

O AVOZ DA CIDADE entrou em contato com a prefeitura que, por meio de sua assessoria, disse que a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável enviará, em caráter de urgência, equipe ao local para verificar a situação, e buscar a solução do problema em conjunto com a Superintendência de Obras e Serviços Públicos (Susesp).

Deixe um Comentário

error: Conteúdo protegido !