Circuito Ciclístico do Médio Paraíba terá pedal de reconhecimento

0

O Núcleo Ciclo Turismo, criado pelos integrantes do eixo Turismo do Programa Liderança para o Desenvolvimento Regional (Lider), iniciativa do Sebrae Rio na região do Médio Paraíba, promove sábado, dia 27, a partir das 8 horas, o primeiro evento do Circuito Ciclístico denominado de ‘Pedal de Reconhecimento’, que percorrerá 104 quilômetros entre os municípios de Valença e Barra do Piraí, passando por Vassouras, para mapeamento da rota ciclística (cicloturística) da região e criação de um circuito oficial para moradores e turistas. O grupo formado por 12 pessoas sairá da Igreja da Glória, em Valença, passará pelo Parque da Concórdia, Fazenda da Embrapa, Inea, Barão de Juparanã, Lacerda, Eco Resort, Fazendas São Fernando e Secretário, Centro de Vassouras, Cinco Lagos e Ipiranga chegando à Barra do Piraí para mapear o percurso.

Segundo Evandro Queiroz Glória, um dos integrantes do grupo, este será o primeiro de cinco pedais de reconhecimento que serão realizados com o objetivo de conhecer a rota, identificar os parceiros, como hotéis e pousadas, restaurantes, bicicletarias e outros serviços afins, e marcar os locais onde serão instalados os primeiros ‘Totens’ com informações para os ciclistas da região e visitantes ao longo do trajeto. Além dos ‘Totens’, o grupo planeja instalar atendimento receptivo em cada um dos municípios que fará parte do trajeto, criando pontos de apoio com serviços para os cicloturistas. “O Programa Líder promove a integração regional das 12 cidades da nossa região nos quatro eixos definidos, educação, mobilidade, tecnologia e turismo. O que estamos fazendo é começar a tirar as ideias do papel para viabilizar ações que possam incentivar e viabilizar esta integração. Definimos uma ação que terá muito sucesso, já que a cultura da bicicleta cresce em todo o mundo e também nesta região”, explicou. Evandro Queiroz informou que o circuito completo terá cerca de 450 quilômetros, e passará pelas cidades de Valença, Vassouras, Barra do Piraí, Piraí, Rio Claro, Pinheiral, Volta Redonda, Barra Mansa, Quatis, Porto Real, Resende e Itatiaia. “A ideia é que o ciclista possa começar e finalizar o passeio a partir de qualquer ponto que desejar dentro do circuito, com a indicação dos serviços disponíveis no trajeto. Estamos calculando que, em média, os ciclistas deverão pedalar no mínimo 50 quilômetros por dia conhecendo as belezas naturais e os atrativos da região”, acrescentou Evandro informando que para ajudar na divulgação, o circuito utilizará a plataforma ‘Bike Map’ até que seja criado um aplicativo próprio que deverá estar disponível gratuitamente a partir de junho de 2019, quando o grupo acredita que o circuito esteja totalmente mapeado. Entre os participantes, também estará o barra-mansense, Marco Cambraia, que é um apaixonado pelo ciclismo. Ele encara o projeto como a perspectiva de fomento à economia, através do turismo esportivo. “A secretaria de Juventude de Barra Mansa tem debatido a implantação de projetos direcionados à cultura da bicicleta, como meta de desenvolvimento sustentável. Dessa maneira, vamos começar pelo cicloturismo e na medida do possível avançar para os bairros e o Centro da cidade”, explicou Cambraia.

error: Conteúdo protegido !