Assinada a convenção coletiva do Setor de montagem industrial

0

VOLTA REDONDA

O Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil de Volta Redonda e Região assinou a convenção coletiva 2020/2021, do setor de Montagem de Industrial, que tem como data-base 1º de fevereiro.

O reajuste salarial foi de 4,30%, com reposição da inflação acumulada no período de fevereiro de 2019 a janeiro de 2020. O mesmo percentual foi aplicado nas cláusulas econômicas, como cesta básica, que fechou no valor de R$ 333,76 (mês); Participação nos Lucros e Resultados (PLR), hora extra, vale-alimentação, entre outros benefícios.

A convenção do setor de Montagem Industrial foi a primeira a ser assinada este ano. A expectativa é que ainda neste primeiro semestre, o sindicato inicie também as negociações dos trabalhadores da Construção Pesada, dos Mármores e Granitos e da Construção Civil Leve.

Segundo o presidente do sindicato, Sebastião Paulo de Assis, por mais um ano consecutivo, a entidade garantiu a reposição da inflação acumulada no período, acompanhado de ganho real para a categoria, além da manutenção de todas as cláusulas das convenções passadas.

Ele destaca que neste momento de dificuldades, quando o país enfrenta todos os tipos de crises é preciso redobrar a atenção com as campanhas salariais. “As negociações já estavam difíceis com as reformas do atual governo, que retiraram vários direitos trabalhistas da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Agora o desafio aumentou. Estamos em meio à pandemia de Coronavírus, lutando para proteger salários e empregos. Mas felizmente nossa categoria continua fortalecendo a atuação e a representatividade da nossa entidade, e, juntos, temos nos mantido fortes e combativos”, aponta.

 

 

error: Conteúdo protegido !