Aman realiza cerimônia de Declaração de Aspirantes a Oficial em Resende, neste sábado

0

RESENDE

A Academia Militar das Agulhas Negras (Aman) realiza neste sábado, dia 26, às 11 horas, a cerimônia de Declaração de Aspirantes a Oficial da Turma “Bicentenário da Independência”. A solenidade, que acontece no Pátio Marechal Mascarenhas de Moraes, é uma das mais importantes da Academia e representa o cumprimento da missão de formar o oficial de carreira combatente, futuro líder do Exército Brasileiro. O comandante da Academia, general João Felipe Dias Alves, vai recepcionar as autoridades civis e militares. Até o fechamento desta edição foram confirmadas as presenças do presidente, Jair Bolsonaro, do vice-presidente, Hamilton Mourão e o ministro de Estado da Defesa, Fernando Azevedo e Silva.

A cerimônia de Declaração de Aspirantes a Oficial é um momento especial para os cadetes. Após cinco anos de formação, iniciada na Escola Preparatória do Exército Brasileiro, em Campinas (SP), cadetes da Aman serão declarados Aspirantes a Oficial.

Solenidade marcará o fim de uma trajetória de cinco anos de caminhada dos cadetes-Divulgação

Receberão a espada de Oficial do Exército Brasileiro 395 cadetes, sendo 20 mulheres, das mais distintas regiões do Brasil que concluíram o 4º ano da Academia. Destes, 385 são brasileiros e dez de Nações Amigas, entre eles, um da Guiana; dois do Vietnã; um de Honduras; um do Peru; três de Camarões e dois do Panamá. Esta será a primeira vez que uma cadete das Nações Amigas vai se formar na Aman. Ghazmin Lucero Surichaqui é oriunda do Peru.

A colação de grau foi realizada na quinta-feira, dia 24, quando os aspirantes receberam o diploma de Bacharel em Ciências Militares.

A solenidade marcará o fim de uma trajetória de cinco anos de caminhada dos cadetes. O processo o qual foi iniciado com a aprovação em 2017 e o ingresso, em 2018, na Escola Preparatória de Cadetes do Exército. A chegada à Aman se deu em 2019.

CERIMÔNIA

A cerimônia é marcada pela restituição do Espadim, quando, trajados pela última vez com o uniforme Azulão, entregarão as réplicas da Espada de Caxias à Academia Militar. De uniforme cinza, num segundo momento, receberão a Espada de Oficial do Exército Brasileiro, símbolo da honra militar.

O cadete primeiro lugar da turma receberá da autoridade maior do país. Em seguida, madrinhas e padrinhos farão a entrega das Espadas aos demais Aspirantes. Além da bandeira nacional, acompanhada dos estandartes do Exército, do Corpo de Cadetes, das Bandeiras Históricas do Brasil, adotadas desde o descobrimento, também adentrarão o Pátio as bandeiras das Nações Amigas.