Adolescente de Volta Redonda que teve 55% do corpo queimado precisa de ajuda

0

Família lança vaquinha para arrecadar dinheiro para despesas e tratamento após hospital

 VOLTA REDONDA

Internado na Santa Casa de Barra Mansa, desde o último dia 14 depois de um acidente doméstico, o adolescente Isack Júnior de Souza da Silva, de 13 anos, está necessitando de ajuda. Com 55% do corpo queimado, o menino vem recebendo todos os cuidados na Santa Casa, mas precisa ser transferido com urgência para o Hospital de Queimados no Rio de Janeiro. E como os pais dele estão desempregados, enquanto aguardam a vaga na unidade especializada, decidiram criar uma vaquinha online com a finalidade de arrecadar dinheiro para a manutenção deles no Rio, que pretendem acompanhar o tratamento do filho e arcar com gastos depois que ele sair do hospital.

Segundo informou o pai do menino, o desempregado Lindomar Lopes da Silva, residente no bairro Siderlândia, em Volta Redonda, disse que o acidente ocorreu em Barra Mansa quando ele pintava uma casa nos fundos da residência da mãe dele e o filho estava junto. “Como o meu filho está sem aula, estava na casa de uma tia. E quando eu realizava a pintura de uma casa, meu filho acabou se acidentando. Ele queimou o peito, tórax, mãos, braços e pés, mas o pior, segundo os médicos, está o tórax. Por isso, precisa ser transferido com urgência para o Rio. E sabendo que vamos ter gastos e estamos desempregados, junto com a família, decidimos lançar essa campanha a fim de arrecadar até R$ 16 mil, valor que ajudaria a pagar estadia, medicamentos, alimentos, transportes no Rio, além de roupas especiais para casos de queimadura e outros gastos”, informou o pai do menino.

AGUARDANDO VAGA

Lindomar destacou também que o menino pode ir a qualquer momento para o Rio, pois só está aguardando a vaga surgir. “No momento, vivemos uma incerteza, pelo fato de não ter uma data definida para ele ser transferido. Estamos perdidos e precisamos estar preparados para quando isso ocorrer. O que arrecadarmos na vaquinha, vai nos ajudar”, acrescentou o pai do adolescente.

Lindomar destacou ainda que mesmo assim tem que esperara uma vaga. “Graças a Deus ele está sendo bem atendido na Santa Casa de Barra Mansa, mas necessita de tratamento especial para queimaduras e cauteloso, mas infelizmente aqui não tem”, disse Lindomar, ressaltando que sabe que o tratamento para queimaduras é longo e carece de muitos insumos, como protetor solar diferenciado, manta protetora para pele, entre outros para cuidar das lesões, após o tratamento no hospital. “E como estamos desempregados, se conseguirmos esse dinheiro na vaquinha, com certeza vai nos ajudar muito. Desde já agradecemos todas as orações e mensagens de carinho que estamos recebendo. Obrigada por qualquer tipo de colaboração”, completou.

Quem quiser e puder ajudar na vaquinha, basta clicar no link https://www.vakinha.com.br/vaquinha/solidariedade-em-prol-do-menino-isack-lindomar-lopes-da-silva-2 e doar uma quantia que quiser.