Vítima de violência doméstica é internada após agressão e volta a ser atacada pelo agressor dentro do hospital em Volta Redonda

0

VOLTA REDONDA
Uma jovem, de 24 anos, que no início da madrugada de segunda-feira, dia 24, foi internada no Hospital Municipal Dr. Munir Rafful (HMMR), o Hospital do Retiro, em Volta Redonda, vítima de violência doméstica, voltou a ser agredida dentro do hospital pelo companheiro, de 38 anos. O homem, teria invadido o hospital e ido até o quarto onde ela estava e agredido novamente.
Na primeira ocorrência, os policiais foram ao hospital e conversaram com a vítima. Inicialmente, de acordo com a polícia, a vítima preferiu não registrar o caso na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam). Logo depois que deixaram a unidade hospitalar, os agentes foram acionados novamente onde foram informados que o agressor teria invadido o hospital vindo a agredir a jovem no leito com um soco na cabeça.
Com as informações, os agentes fizeram buscas e detiveram o agressor já em casa. Ele foi detido e levado para a Deam e autuado por crime de lesão corporal.
HOMEM TENTA ENFORCAR COMPANHEIRA
Em Miguel Pereira, no sábado, dia 22, outra mulher também foi vítima de violência doméstica. O companheiro dela, de 44 anos, teria tentado enforca-la com um fio elétrico. O caso aconteceu na residência do casal, no bairro Praça da Ponte.
Conforme os relatos da vítima à polícia, ela só se salvou porque pediu ajuda ao padrasto, que teria conseguido ferir o agressor. No endereço, os PMs conversaram com a vítima, que contou que foi agredida durante uma briga com o companheiro. Os agentes conseguiram deter o suspeito e ainda apreenderam o fio utilizado por ele para tentar enforcar a mulher.
O casal foi levado para o Hospital Municipal Luiz Gonzaga e logo após apresentado na Delegacia de Polícia, onde o caso foi registrado. Ele permaneceu preso e, com base na Lei Maria da Penha irá responder por crime de lesão corporal.