Servidores municipais de Itatiaia poderão ter planos de cargos e salários

0

ITATIAIA

O vereador Eduardo de Almeida Pereira, o Dudu Pereira (MDB) sugeriu ao Poder Executivo que elabore e encaminhe ao Legislativo um plano de cargos e salários para contemplar os servidores públicos municipais. A indicação de N.º 1067/2018 do parlamentar foi aprovada por unanimidade pelo Plenário e encaminhada para apreciação do prefeito emedebista Eduardo Guedes, o Dudu.

De acordo com o vereador Dudu Pereira, os cerca de dois mil servidores da Prefeitura e da Câmara de Vereadores não tem nenhum plano de cargos e salários. Ele explica que a implantação do plano vai permitir  ao servidor público traçar uma trajetória de trabalho que tem pela frente, em termos de evolução salarial e sua perspectiva de carreira.  “Um plano de cargos e salários constitui-se como instrumento para definição das políticas de remuneração, normatizando internamente os critérios para progressão salarial nos cargos da organização. Capaz ainda de desdobrar políticas que visem o desenvolvimento, capacitação, valorização, reconhecimento dos funcionários propiciando um ambiente de busca de resultados e aumento da produtividade individual e coletiva, eliminando as incoerências e distorções que possam causar desequilíbrios salariais ou insatisfações”, justificou o parlamentar. Ele destacou ainda que para ser implantado o plano de cargos e salários, o Poder Executivo precisa elaborar um projeto para ser encaminhado para a câmara de vereadores. “Com o projeto em mãos, nós vereadores vamos estuda-lo e se estiver de acordo com os anseios de toda a categoria, vamos colocar para ser votado em Plenário”, disse.

VALE ALIMENTAÇÃO

Já na iO vereador Eduardo de Almeida Pereira, o Dudu Pereira (MDB) sugeriu ao Poder Executivo que elabore e encaminhe ao Legislativo um plano de cargos e salários para contemplar os servidores públicos municipais. ndicação de N.º 507/2018, o vereador Dudu Pereira, solicitou ao Poder Executivo o pagamento do vale alimentação aos funcionários e pensionistas do município. “É sabido que o auxílio alimentação é um benefício dado aos servidores públicos municipais, fazendo parte de realidade econômica, pois mesmo sendo um valor ínfimo, é de grande valia, configurando assim a natureza salarial. Desta forma, fica claro e de forma cristalina que a supressão dessa causa danos irreparáveis aos beneficiários, pois vezes recebe o benefício por várias décadas e repentinamente se vê desprovido deste. Sendo flagrante a ofensa ao princípio da Dignidade da Pessoa Humana ferindo assim o ato jurídico perfeito e direito adquirido. Por isso, seria de bom senso a manutenção do referido benefício não só aos servidores ativos e igualmente aos inativos assim como aos pensionistas”, argumenta o parlamentar.

Deixe um Comentário

error: Conteúdo protegido !