Projeto Música nas Escolas dá inicio a ano letivo

1

BARRA MANSA

Com o intuito de dar continuidade ao processo de formação musical aos seus mais de 20 mil alunos espalhados por toda a Rede Municipal de Ensino o Projeto Música nas Escolas inicia seu 17º ano letivo. A Orquestra Sinfônica de Barra Mansa (OSBM) realiza no próximo dia 12, ainda sem local definido, a abertura oficial da temporada.

As aulas de instrumentos são ministradas pelos professores/músicos da Orquestra Sinfônica de Barra Mansa, que além de desempenharem seu papel em concertos e apresentações, dividem seu tempo em passar todo conhecimento para os alunos. Além disso, são inseridas nas séries iniciais aulas de musicalização infantil, coral e pífaro. Também são oferecidos, acompanhamento psicológico e pedagógico aos alunos.

O início

O ‘Projeto Música nas Escolas de Barra Mansa’ nasceu em 2003 de uma iniciativa da Prefeitura Municipal de Barra Mansa, ao convidar Vantoil de Souza e Luiz Augusto Mury para a formalização de um programa de desenvolvimento musical voltado aos alunos da rede municipal de ensino. A partir de um planejamento básico de revitalização da Banda Marcial e da aquisição de um conjunto de instrumentos musicais, foram iniciadas, através da Fundação de Cultura e da Secretaria Municipal de Educação, as ações necessárias à implementação dos primeiros pólos localizados em escolas municipais onde alunos inscritos receberam aulas de iniciação musical, por meio do ‘método Suzuki’, ministradas pelos professores contratados.

O Projeto evoluiu dos seus 600 alunos iniciais para a totalidade das Unidades Escolares do Município, além de convênios com escolas particulares e do Estado.

Funcionamento

Com sede no Parque da Cidade, o Projeto Música nas Escolas, desenvolvido pela prefeitura, transformou as instituições públicas de ensino fundamental de Barra Mansa em sub-sedes voltadas para o aprendizado musical. Os alunos são introduzidos na música por uma equipe de profissionais qualificados sem sair do ambiente educacional.

Voltadas para as crianças e adolescentes, as aulas de música cumprem um papel educativo e social. Além de contribuir para a formação cultural das crianças e adolescentes, diminui seu tempo ocioso e os prepara para que sejam cidadãos conscientes.

Divididos em pólos – cordas (violino, viola, violoncelo e contrabaixo), madeiras (flauta, oboé, fagote, clarineta e saxofone), metais (trompa, trompete, trombone, bombardino e tuba) e percussão (tímpano, vibrafone, xilofone, marimba, glockenspiel, caixa, bombo, bateria e percussão auxiliar) –, o projeto também conta com grupos de câmera: quartetos e quintetos.

Os alunos participam de três aulas e dois ensaios semanais nos diversos grupos. Tanta dedicação e investimento têm feito com que esses jovens de Barra Mansa sejam premiados a cada concurso de que participam. Com destaque para o “Prêmio Cultura Nota 10”, que anualmente é concedido a 21 instituições pela Fundação de Artes do Rio de Janeiro (Funarj), em razão do trabalho de incentivo à cultura.

 

 

 

 

1 comentário

Deixe um Comentário

error: Conteúdo protegido !