PM detém suspeito de gerenciar o tráfico em Angra e apreende fuzil  

0

ANGRA DOS REIS

Um homem, suspeito de gerenciar o tráfico de drogas em Angra dos Reis, foi detido por policiais do 33º Batalhão da Polícia Militar (BPM) na noite do último domingo, 11. A prisão ocorreu depois que os PMs foram acionados para acabar com uma festa do tráfico na Rua do Meio, no bairro Belém. Ao chegarem ao local, os policiais foram recebidos a tiros,  revidaram e detiveram o suspeito.

Ainda de acordo com a polícia, o suspeito que estava atirando contra os policiais acabou deixando a arma no chão e se rendeu. Ele foi algemado e levado pelos policiais para a 166ª Delegacia de Polícia (DP) e autuado por tentativa de homicídio, já que teria atirado contra os policiais, e porte ilegal de arma de fogo, calibre restrito.

PM BALEADO FOI SOCORRIDO

O policial baleado em uma das mãos, foi socorrido pelos colegas e levado para o Hospital Geral da Japuíba. Em seguida, ele foi à 166ª DP onde o caso foi registrado. Ele ainda teve a arma danificada pelos tiros disparados pelo suspeito. Durante a ação os PMs apreenderam um Fuzil Colt Cal 5.56 nr 322493 de fabricação americana, dois carregadores para munição, calibre 5.56, 40 munições calibre 5.56 da marca CBC e uma rádio Motorola modelo EP450.

A informação é e que durante o tiroteio, o trânsito na Rodovia Rio-Santos ficou bastante congestionado. Os carros foram vistos voltando de ré pela rodovia. Em nota, a Assessoria de Imprensa da Polícia Militar informou que uma operação foi realizada no Parque Belém, mas não divulgou se houve presos e material apreendido.

VÍTIMA DE BALA PERDIDA

Já pela manhã , também em Angra dos Reis, um homem, que não teve a identidade divulgada, foi atingido de raspão na cabeça por uma bala perdida. A informação da polícia é de que ele estava no interior de um supermercado, na localidade da Ribeira, quando foi atingido pelo tiro. Ele foi socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e do Corpo de Bombeiros e atendido no local. Não teve necessidade de ser levado para o hospital.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !