Motocicleta clonada é localizada pela Guarda Municipal de Volta Redonda

0

VOLTA REDONDA
O comerciante José Maia descobriu que a sua motocicleta Biz vermelha foi clonada. A revelação aconteceu nessa semana na sede da Guarda Municipal de Volta Redonda (GMVR), na Ilha São João, onde José foi pedir ajuda. Ele havia recebido três multas em sua moto, porém não reconhecia o endereço e nem os motivos das autuações.
José Maia, em posse das multas expedidas pela GMVR, tentou recorrer na Junta Administrativa de Recurso de Infração (Jari), indo em seguida ao Detran e à 93ª Delegacia de Polícia (DP), porém não obteve sucesso em nenhum desses locais. Logo que chegou à GMVR, uma pesquisa mostrou que havia uma motocicleta com a mesma placa recolhida ao Depósito Público.
O veículo clonado foi levado ao Depósito no dia 20 de maio, quando o inspetor Saimon estava baseado com a viatura na porta do Colégio Estadual João XXIII, no Retiro, e viu uma motocicleta saindo da escola sem os retrovisores. Ao ser abordado, o inspetor Simon viu que se tratava de um adolescente de 16 anos, morador do bairro Siderlândia.
CASO LEVADO À 93ª DP
O caso foi levado à 93ª DP para as medidas cabíveis, sendo que a moto foi enviada ao Depósito Público por irregularidades. “Só com este fato revelado é que descobrimos o clone”, contou o comandante da GMVR, inspetor João Batista dos Reis.
José Maia elogiou o trabalho da Guarda Municipal. “Quando vi as multas, já imaginei que poderia ter algo muito errado, pois esta moto quase não sai da garagem. Fiquei surpreso com a rapidez dos agentes da Guarda Municipal em solucionar o problema. A GMVR tem um atendimento de excelência, muito bom mesmo”, concluiu o comerciante.
O secretário Municipal de Ordem Pública, tenente-coronel Luiz Henrique Monteiro Barbosa, declarou que só foi possível esclarecer essa situação por causa do foco da GM nas motocicletas irregulares e as fiscalizações nas ruas, que vão ocorrer por tempo indeterminado em Volta Redonda.